Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
VEJA Gente Por Valmir Moratelli Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

O fazendeiro conservador de ‘Pantanal’ que está atiçando a direita

Murilo Benício interpreta Tenório, um homem machista e homofóbico que descobre a traição da mulher, Maria Bruaca

Por Valmir Moratelli Atualizado em 7 jun 2022, 10h05 - Publicado em 7 jun 2022, 08h00

Murilo Benício dá vida ao fazendeiro Tenório em Pantanal. Marido de Maria Bruaca (Isabel Teixeira) e pai de Guta (Julia Dalavia), é um homem prático, frio e racional. Para ele, justiça se faz com as próprias mãos. Se perante a família é um homem moralista e conservador, às escondidas tem outra esposa, em São Paulo. O personagem de Benício tem agradado tanto quanto levantado questões incômodas aos telespectadores. VEJA ouviu especialistas em teledramaturgia para entender que valores o público enxerga em Tenório para se fazer essa identificação.

Leia também: “Agroboys” pegam carona no sucesso dos peões broncos de ‘Pantanal’

Para a pesquisadora em teledramaturgia, Aurora Leão, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), é significativo que Tenório esteja agradando tanto a direita, conforme identifica nas redes sociais. “Além de Benício ser intérprete de alto quilate, o personagem é um típico representante do agronegócio, facilmente identificável com a mentalidade que predomina no retrocesso do patriarcado”, diz. A pesquisadora também lembra que o antagonismo de Tenório está em José Leôncio, o boiadeiro milionário vivido por Marcos Palmeira. “Simboliza a derrocada dos grilhões machistas, trazida pelo filho Jovi (Jesuíta Barbosa), e que, por isso mesmo, deve incomodar os barões do atraso. São personagens que revelam a estrutura opressora que impõe a dominância de um gênero sobre outro”, continua a pesquisadora.

Na coletiva de imprensa da novela, Benício comentou que percebe a existência de Tenório pelos rincões do país. “A primeira conversa que tive com o Bruno (Luperi, autor), falamos sobre estes lugares, onde chegar com o Tenório. E eu falei para ele não segurar, não. Vamos mostrar sim. Pessoas como o Tenório ainda existem aos montes. Acho que vai ser uma boa forma de espelho para uma parcela de pessoas que não conseguiu evoluir deste lugar”, defende.

Leia também: A nudez que a Globo não leva ao ar e sobra nos bastidores de “Pantanal”

O roteirista e dramaturgo Lucas Martins Néia, doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP), reforça o caráter mercadológico da telenovela, que precisa agradar a diferentes públicos. “É uma obra aberta, isso significa que está sendo escrita ao mesmo tempo que vai ao ar. Esse personagem é uma ponte para dialogar com o contexto de hoje, apresentando uma visão de mundo atual. Há quem condene e há quem se identifique com o Tenório. Isso interessa à Globo, porque dialoga com variados tipos de público (os de direita e os de esquerda). Não interessa à emissora perder o público mais progressista, mais jovem, nem o público mais conservador”, afirma.

Leia também: O ‘deboche’ na camisa de um dos personagens mais complexos de ‘Pantanal’

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)