Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
VEJA Gente Por Valmir Moratelli Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

A maior ‘dor de cabeça’ do Rock in Rio Lisboa

Além das malas extraviadas de Anitta às vésperas de seu show, festival enfrentou o sumiço de todo equipamento de som do Palco Mundo vindo do Brasil

Por Sofia Cerqueira, de Lisboa Atualizado em 28 jun 2022, 11h22 - Publicado em 26 jun 2022, 11h30

Em um evento de grandes proporções após um longo período de pandemia, uma questão em especial tem tirado o sono dos produtores do Rock in Rio Lisboa. A logística de transporte dos equipamentos e dos artistas se tornou a grande pedra no caminho do festival. Neste sábado, veio à tona, por meio de stories no Instagram da própria Anitta, o sufoco que a cantora e seus bailarinos passaram com as malas extraviadas às vésperas do show na capital portuguesa. Os sustos envolvendo os bastidores do evento, no entanto, não param por aí.

A poucos meses do Rock in Rio em solo lisboeta abrir as portas, desapareceram nada menos do que todos os equipamentos de som do Palco Mundo, espaço que recebe as maiores estrelas. O material, embarcado em contêineres no Brasil e que deveriam chegar de navio a Portugal, simplesmente desapareceu. “O mundo da logística está uma loucura. E isso vale tanto para a questão dos aeroportos, com sua malha viária ainda se recuperando do baque da pandemia, quanto para o transporte de cargas em navios”, relata a vice-presidente do festival, Roberta Medina.

Com o intuito de não correr o risco de ter uma dor de cabeça ainda maior e pôr em risco a realização dos shows, a Gabisom, fornecedora de longa data que atua em todas as edições no Brasil e em Portugal – foi inclusive parceira em Madrid e Estados Unidos – deslocou um outro equipamento, que saiu de outro local da Europa, para atender ao festival. Apesar do susto, o equipamento inicial foi localizado antes mesmo do primeiro fim de semana. Mas como outro já havia chegado pelo mesmo fornecedor, deu tudo certo.

Além da questão dos materiais, alguns artistas também vêm enfrentando problemas para chegar ao festival. No primeiro fim de semana, a baiana Ivete Sangalo chegou a Lisboa, vindo do Brasil, a poucas horas de subir ao palco. Ela, a família e sua equipe técnica, no total de 45 pessoas, tiveram os dois voos, nos quais estavam alocados, cancelados. A banda americana The National também enfrentou problemas semelhantes no trajeto da Itália para Portugal.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)