Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Gente Por Valmir Moratelli Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

A homenagem de Marcelo Adnet ao tio-avô de Mario Frias; entenda

Estreia do humorista como carnavalesco será com enredo sobre João Saldanha (1917-1990), militante comunista e parente do secretário de Cultura

Por Cleo Guimarães 11 nov 2021, 16h25

Inimigos figadais, o humorista Marcelo Adnet e o secretário de Cultura do governo Bolsonaro, Mario Frias, têm uma paixão em comum: o Botafogo, clube carioca que em 2018 fundou sua própria escola de samba. A agremiação, que já homenageou o ex-jogador Túlio Maravilha e a cantora Beth Carvalho, este ano terá como enredo o jornalista, ex-técnico da seleção brasileira e militante de esquerda João Saldanha (1917-1990).

O que Frias e Adnet têm com isso? Tudo. O político de direita e ex-ator de Malhação é sobrinho-neto de Saldanha, um combativo militante do partido Comunista que chegou a ser preso pelo Departamento de Ordem Política e Social (Dops) durante a repressão. Treinador da seleção brasileira, ele foi demitido por pressão do general Emilio Garrastazu Médici às vésperas da Copa do Mundo de 1970 – Saldanha recusara-se a convocar os jogadores preferidos do ditador, o que fez com que Nelson Rodrigues o apelidasse de  “João Sem Medo”.

São essas e outras histórias que Marcelo Adnet, carnavalesco do Botafogo Samba Clube em 2022, vai contar no desfile da escola. “João Saldanha é um símbolo da luta contra a ditadura. Uma voz que jamais calou no momento mais sombrio. É um ídolo do Botafogo, da imprensa, do futebol, da resistência e do Brasil”, disse a VEJA o ator, que está processando Frias criminalmente pelas ofensas postadas pelo político em suas redes. Adnet foi chamado de “criatura imunda”, “garoto frouxo e sem futuro”, “crápula” e “Judas” pelo secretário da Cultura.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês