Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Sexta temporada de ‘Hot in Cleveland’ será a última

O canal TV Land anunciou que a série Hot in Cleveland encerrará sua produção com a sexta temporada, atualmente em exibição nos EUA. Anunciada em maio, a temporada tem vinte e quatro episódios encomendados. Criada por Suzanne Martin (Frasier, Ellen), a história gira em torno de três mulheres de Beverly Hills que se vêem presas em […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 1 dez 2016, 17h49 - Publicado em 17 nov 2014, 21h13

S5HICO canal TV Land anunciou que a série Hot in Cleveland encerrará sua produção com a sexta temporada, atualmente em exibição nos EUA. Anunciada em maio, a temporada tem vinte e quatro episódios encomendados.

Criada por Suzanne Martin (Frasier, Ellen), a história gira em torno de três mulheres de Beverly Hills que se vêem presas em Cleveland quando seu vôo para Paris é forçado a descer no aeroporto local. A forma como elas se vestem e se comportam as transformam nas estrelas do lugar. Por isso, elas decidem ficar na cidade por mais algum tempo. Logo elas fazem amizade com uma senhora que vive na mesma casa há 50 anos.

Esta foi a primeira produção original do TV Land, que até então se dedicava a exibir reprises de clássicos da TV americana. Mantendo o mesmo tipo de humor das sitcoms antigas, a série também contou com a participação de atores que já tinham sido sucesso no passado (tanto no elenco fixo como convidados).

No elenco estão Jane Leeves, que ficou conhecida com Frasier; Valerie Bertinelli, sucesso em One Day at a Time; Wendie Malick, conhecida por Just Shoot Me; e a veterana Betty White, que está na televisão desde a década de 1950, sendo mais lembrada por seu trabalho em Mary Tyler Moore e As Supergatas. Hot in Cleveland deu um novo impulso à carreira desta atriz, que teve a oportunidade de aparecer em outros programas e estrelar humorísticos.

A série surgiu em julho de 2008, quando Martin, assistindo ao noticiário sobre a morte de Estelle Getty, de As Supergatas, começou a imaginar uma história sobre mulheres que já tinham passado dos cinquenta anos. A ideia era mostrar o que esta passagem significaria para elas. A partir daí, o enredo começou a se formar. O projeto foi originalmente oferecido à rede CBS que o rejeitou por girar em torno de mulheres mais velhas (algo que está longe do público alvo do anunciante). Foi então que o TV Land, que na época buscava um projeto de série original, entrou em contato com Martin demonstrando interesse pelo projeto.

Continua após a publicidade

Um piloto foi produzido para avaliação, o qual contava com a participação de White. Originalmente sua personagem deveria aparecer apenas no primeiro episódio. O canal gostou do resultado e encomendou a produção da série, que acabou contando com a presença fixa de White. Segundo Martin em entrevistas, os executivos do TV Land gostaram tanto de Hot in Cleveland que chegaram a dizer à ela na época em que a série foi encomendada que esperavam mantê-la no ar por sete anos. Já Martin disse recentemente em entrevistas que gostaria que a série durasse oito anos.

Hot in Cleveland foi responsável por estabelecer o TV Land no mercado de séries. Além disso, foi vendida a mais de 210 territórios e garantido seu lucro no mercado de reprises regionais (onde marcará presença em 96% do território americano com um total de 128 episódios produzidos). Hot in Cleveland também gerou a spinoff The Soul Man e um remake na Rússia.

O TV Land não informou a razão pela qual decidiu encerrar a produção da série, mas é provável que o fim de Hot in Cleveland tenha a ver com a queda na audiência. A série vem perdendo público a cada temporada exibida.

Em sua primeira temporada, Hot in Cleveland registrou a média de 4.7 milhões de telespectadores, com 1.7% entre o público alvo do anunciante. A segunda temporada caiu para 3.2 2.0 milhões, com 1.6% 0.47% entre o público alvo ao vivo. A terceira foi para 1.52 milhão de telespectadores, com 0.4% entre o público alvo do anunciante ao vivo. A quarta chegou a 1.34 milhão com 0.3% entre o público alvo ao vivo; a quinta conquistou aproximadamente a média de 950 mil telespctadores, com 0.2% entre o público alvo ao vivo.

A renovação da série para a sexta temporada garantiu-lhe a produção do almejado centésimo episódio, que garante aos produtores um bom retorno financeiro na exibição da sitcom em canais regionais. Com apenas dois episódios exibidos até o momento, a sexta temporada vem registrando a média de 710 mil telespectadores, com 0.51% entre o público alvo do anunciante ao vivo.

No Brasil, a série está na grade do canal TBS com o título de No Calor de Cleveland.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês