Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Morre Lewis Collins, de ‘Os Profissionais’

Conhecido pela série britânica Os Profissionais, produzida na década de 1970, o ator Lewis Collins faleceu no dia 27 de novembro, aos 67 anos de idade, vítima de câncer, doença contra a qual lutava nos últimos cinco anos. Collins nasceu no dia 27 de maio de 1946, em Birkenhead, Merseyside, Inglaterra. Seus pais se separaram […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 1 dez 2016, 14h00 - Publicado em 28 nov 2013, 15h34
Lewis Collins

Lewis em 1977 (Foto: ITV/Arquivo)

Conhecido pela série britânica Os Profissionais, produzida na década de 1970, o ator Lewis Collins faleceu no dia 27 de novembro, aos 67 anos de idade, vítima de câncer, doença contra a qual lutava nos últimos cinco anos.

Collins nasceu no dia 27 de maio de 1946, em Birkenhead, Merseyside, Inglaterra. Seus pais se separaram quando ele tinha onze anos. A irmã foi morar com a mãe e ele e o irmão ficaram com o pai, um pianista e vocalista de uma banda que se apresentava em salões de bailes.

Aos doze anos, Lewis começou a aprender a tocar bateria e aos treze já tocava na banda do pai. Pouco depois, ele passou a integrar a banda The Renegades, que se apresentava em Liverpool. Lewis deixou a escola com quinze anos de idade para se dedicar à carreira musical.

Nesta mesma época, sua amiga Elma Graham, que fazia os penteados de atores que se apresentavam no teatro, o acolheu como seu assistente. Aprendendo a profissão, Lewis achou que poderia seguir esta carreira, caso os trabalhos como músico não dessem certo. Quando o baterista dos Beatles deixou o grupo, um amigo sugeriu que Lewis fizesse um teste para substituí-lo. Mas ele estava tão envolvido com sua nova carreira, a ponto de planejar montar seu próprio salão, que preferiu deixar passar esta oportunidade. A vaga acabou ficando com Ringo Starr.

Nos anos seguintes, Lewis trabalhou de dia como cabelereiro e à noite se apresentava em clubes noturnos como baterista da banda de jazz Kansas City Five. Em 1964, aos 18 anos, Lewis começou a aprender a tocar baixo, época em que seu uniu à banda The Eyes, que começou a fazer turnês pela Europa. Mais tarde ele se uniu ao grupo de blues The Georgians, e depois ao The Mojos. Este último já era um grupo conhecido, que tinha contrato com uma gravadora. Isto deu a Lewis suas primeiras experiências com o estrelato. Ele deixou o grupo em 1966.

Lewis em 1982 (Foto: Getty)

Lewis em 1982 (Foto: Getty)

Depois de integrar mais algumas bandas, Lewis se cansou dessa vida e tentou mudar de rumo, arranjando diferentes tipos de trabalho. Ele lavou pratos em restaurante, foi chofer, limpador de janelas, vendedor de enciclopédias, garçon, assistente de alfaiate e entregador. Aos 22 anos, ele resolveu ser ator.

Continua após a publicidade

Em 1968, ele fez um teste e foi aprovado como aluno na London Academy of Music and Dramatic Arts. Ele estreou como ator profissional no teatro em 1971. Além de ator, ele também dava aulas de atuação para crianças surdas, utilizando a linguagem de sinais que ele tinha aprendido com um amigo deficiente auditivo. A convite de um professor de teatro, ele se mudou para o Canadá para dar aulas na reserva indígena de Kamloops, British Columbia, como trabalho voluntário. Seu trabalho nesta área o levou aos EUA, onde ministrou alguns workshops em Seattle e San Francisco.

Em 1973, Lewis voltou ao Reino Unido, onde retomou sua carreira de ator. No ano seguinte, ele fez sua estreia na televisão, onde atuou em episódios de diversas séries produzidas na época, dividindo-se entre TV e teatro. Entre 1975 e 1977, ele integrou o elenco de sua primeira série, The Cuckoo Waltz, sitcom que o tornou conhecido do grande público.

Em 1977, o canal ITV encomendou a produção de Os Profissionais/The Professionals, série que acompanhava as aventuras dos agentes do Criminal Intelligence 5, Bodie (Anthony Andrews) e Doyle (Martin Shaw), que atuavam sob as ordens de George Cowley (Gordon Jackson). Três dias após o início das filmagens, Andrews deixou o elenco. Para substituí-lo, os produtores chamaram Lewis às pressas na tentativa de evitar que a produção fosse interrompida. A série tornou o ator mundialmente conhecido, marcando sua carreira ao longo de seis temporadas.

Após o cancelamento de Os Profissionais em 1983, Lewis continuou trabalhando como ator em paralelo à sua carreira de músico. Ele chegou a fazer testes para substituir Roger Moore no papel de James Bond mas, segundo o ator em entrevistas, os produtores acharam que ele tinha uma atitude muito agressiva. Entre 1991 e 1992, ele integrou o elenco da terceira temporada de Cluedo, sua última série como ator regular.

No início da década de 2000, Lewis deixou a carreira de ator e se mudou para os Estados Unidos, onde se estabeleceu no ramo de informática.

Em 1992, ele se casou com Michelle Larrett, com quem ainda vivia. O casal teve três filhos, Oliver, Elliot e Cameron Collins.

Cliquem nas fotos para ampliar. No vídeo, abertura de Os Profissionais.

(E-D) Martin Shaw, Gordon Jackson e Lewis Collins em 'Os Profissionais' (Foto: ITV/Arquivo)

(E-D) Martin Shaw, Gordon Jackson e Lewis Collins em ‘Os Profissionais’ (Foto: ITV/Arquivo)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=2H4fk97IKnA&w=620&h=330%5D

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês