Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Tela Plana Por Blog Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming

‘Pantanal’: Com três filhos, Zé Leôncio é mestre em abandono paterno

Pai de Jove (Jesuíta Barbosa), Tadeu (José Loreto) e José Lucas de Nada (Irandhir Santos) foi ausente em dose tripla

Por Kelly Miyashiro Atualizado em 31 Maio 2022, 23h57 - Publicado em 31 Maio 2022, 21h00

Rei do gado em Pantanal, José Leôncio (Marcos Palmeiras) é o típico galã que chama a atenção das mulheres. Não à toa, o personagem encantou Madeleine (Bruna Linzmeyer, depois Karine Teles), Filó (Leticia Salles/Dira Paes), Irma (Malu Rodrigues/Camila Morgado) e até a prostituta Generosa (Giovana Cordeiro) na novela das 9 da Globo. O sucesso, entretanto, não foi o mesmo com os filhos. Pai de três, o protagonista ainda não se deu conta da péssima figura paterna que foi, ou melhor, a que não foi.

Antes interpretado por Renato Góes, o personagem se envolveu com a patricinha e teve Jove (Jesuíta Barbosa), seu herdeiro legítimo. Apesar de ter tido vontade de criar o menino sozinho, o largou com a família materna dele enquanto tocava a vida no Centro-oeste brasileiro. Obviamente, Zé pagava pensão, mas não fez questão de entrar em contato com ele de nenhuma forma. O reencontro, após quase vinte anos, não poderia ser um choque de cultura maior: um verdadeiro peão de um lado e um jovem de classe média do Rio de Janeiro do outro.

Ao lado de Filó, Zé criou Tadeu (José Loreto) como se fosse filho, e ao mesmo tempo como se não fosse. Funcionário da fazenda, o personagem sonha em ter o reconhecimento e o amor de Leôncio, mas sente que a relação transita entre o afeto rarefeito e o desprezo. Se Bruno Luperi, autor da adaptação, não mudar o rumo da obra escrita originalmente por Benedito Ruy Barbosa, mais tarde o público verá que o “bastardo” não é filho biológico do protagonista, que sempre soubera da verdade. O que explica o tratamento diferenciado, mas não justifica a frieza com aquele que sempre demonstrou lealdade e interesse em tocar a fazenda sem más intenções.

Nesta semana, o fazendeiro ainda descobriu que tinha um filho perdido, José Lucas de Nada (Irandhir Santos), fruto do dia em que perdeu sua virgindade com a garota de programa. Preocupado com a informação, o bruto ainda patina e não sabe se manda o peão para bem longe de sua propriedade ou se constrói um relacionamento com ele.

Com o saldo, Zé Leôncio consegue o feito de ser um pai ausente de três maneiras diferentes. Não esteve presente na criação de Jove, nunca reconheceu Tadeu como filho e nem sabia da existência de José Lucas. Um verdadeiro combo do abandono paternal, algo que não passou despercebido do público de Pantanal nas redes sociais.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)