Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Tela Plana

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

Leitura de Simone de Beauvoir só funciona com Fernanda Montenegro

Análise: veterana de 94 anos prova que é imparável e está em cartaz com espetáculo no Sesc 14 Bis, em São Paulo

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 27 jun 2024, 13h23

Em um teatro lotado, vozes ansiosas tagarelam até o apagar das luzes. De trás das cortinas, surge ela: Fernanda Montenegro, a quatro meses de completar 95 anos, sentada em uma escrivaninha no centro do palco, com um sorriso simpático. O barulho de aplausos intensos são interrompidos pelo movimento da atriz — com mais de 80 anos de carreira — de pegar os óculos e os posicionar na frente dos olhos para encarar a plateia do Teatro Raul Cortez, no Sesc 14 Bis, em São Paulo. Em cartaz com seu espetáculo Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir — o que a atriz define humildemente como leitura dramática, a maior atriz brasileira de todos os tempos se aventura por diversas páginas da obra Cerimônia do Adeus, lançada pela francesa em 1981. Na apresentação acompanhada por VEJA na semana passada, uma coisa ficou clara: esse tipo de apresentação só funciona com Fernanda Montenegro.

Durante os 75 minutos que Fernanda está no palco, ela lê o texto — de trechos dramáticos, cômicos e sexuais — com emoção, carisma, graça e talento. A plateia acompanha atentamente cada linha descrita pela artista, quase como se fosse uma hipnose. Difícil imaginar outra atriz capaz de gerar tamanho fascínio do que Fernandona, que prova que é uma estrela imparável.

Sua voz falha de vez em quando, afinal, os 94 anos “pesam”, como a própria diz ao final, durante os agradecimentos abafados por uma longa salva de palmas e gritos de exaltação do público. “Não esperava que isso aqui chegaria a plateias desse tamanho. Muito obrigada”, declarou Fernanda Montenegro, com os olhos marejados.

Após o fechamento das cortinas, uma mensagem pré-gravada pela atriz avisa, gentilmente, que ela gostaria de poder encontrar e falar com os fãs que a acabaram de vê-la no palco, mas reitera que sua idade, infelizmente, não a permite.

Continua após a publicidade

Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir está em cartaz, de quinta a domingo, até 21 de julho no Teatro Raul Cortez, dentro do Sesc Bis. Os ingressos estão esgotados, mas o público esperançoso pode tentar comprar o ingresso de desistentes na bilheteria do Sesc no dia de cada apresentação.

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.