Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Tela Plana Por Blog Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming

Jovem Pan News derrete no ranking da TV com aposta em bolsonarismo

Emissora que defende governo com estridência não ficou entre os 50 canais com maiores audiências no mês de dezembro

Por Da Redação Atualizado em 24 jan 2022, 17h36 - Publicado em 24 jan 2022, 13h14

Passados quase três meses de sua estreia, com a pretensão de se transformar no mais novo canal de notícias brasileiro, a Jovem Pan News viu sua audiência minguar fragorosamente em dezembro. No ranking consolidado mensal da audiência nesse período na Grande São Paulo, apurado pela Kantar Media Ibope, a JP News não apareceu entre os 50 maiores canais brasileiros. E não à toa: sua audiência registrada no mês passado foi de mísero 0,03 ponto.

Apontadas como concorrentes da emissora, Record News, Globonews e CNN Brasil mantiveram suas audiências estáveis e consolidadas em dezembro. A surpresa, no entanto, foi a Record News, que superou a Globonews e teve uma média mensal de 0,19 ponto, ocupando a 7ª colocação no ranking geral da TV nacional, atrás da Globo, Record, SBT, Band, Cultura e RedeTV!. A Globonews ficou em 9ª lugar, com 0,16 ponto. Já a CNN Brasil subiu 15 colocações e passou a ocupar a 26ª posição, com 0,07 ponto. Vale lembrar, no entanto, que a Record News é distribuída também na TV aberta, enquanto a Globonews e a CNN Brasil, assim como a JP News, só estão na TV fechada, com uma base de público menor. Mesmo assim, todas essas concorrentes estão muito acima da JP News.

Lançada no final de outubro, a JP News ocupou em novembro a 45ª colocação, com 0,04 ponto, bem próxima da CNN Brasil, que na ocasião ocupou a 41ª posição. O resultado chegou a ser celebrado pela JP News. Mas, no entender de especialistas no mercado de TV ouvidos por VEJA sob a condição de anonimato, não chegava a ser tão auspicioso para a estreia de um novo canal, que normalmente desperta curiosidade e traz um boom de audiência no primeiro mês. A baixíssima audiência do canal em dezembro, portanto, refletiu mais precisamente o tamanho do público da JP News e permite afirmar que a emissora deu traço de audiência.

Segundo as mesmas fontes do mercado ouvidas pela reportagem de VEJA, os executivos dos canais de notícias não consideram a JP News como uma concorrente, muito menos como um canal de notícias. Segundo eles, embora a emissora tenha levado para a TV seus programas de grande audiência nas rádios, como Os Pingos nos Is e Jornal da Manhã, a JP News é vista mais como um canal de entretenimento que propriamente de notícias.

Vale frisar que montar uma emissora de TV não é fácil e a JP News ainda não conseguiu se acertar em detalhes técnicos, como imagem escura e iluminação precária, cenários ruins e áudio com atraso. Com uma linha editorial francamente favorável ao governo Bolsonaro, paga o preço por ser chapa-branca especialmente nesse momento em que os índices de rejeição ao presidente estão nas alturas. Fica difícil conquistar novas audiências além dos círculos bolsonaristas radicais e adeptos das fake news.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês