Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

‘DNA do Crime’ fura bolha brasileira e vira fenômeno mundial da Netflix

Produção nacional protagonizada por Maeve Jinkings e Rômulo Braga é a série mais vista em língua não inglesa da plataforma e top 10 em 71 países

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 24 nov 2023, 17h03 - Publicado em 22 nov 2023, 14h05

A série nacional DNA do Crime furou a bolha brasileira e se tornou um fenômeno mundial da Netflix. A produção, protagonizada por Maeve Jinkings e Rômulo Braga, ocupa o primeiro lugar do top 10 de produções mais vistas em língua não inglesa na semana de 13 a 19 de novembro, de acordo com levantamento da própria plataforma. No período, DNA do Crime acumulou 50,8 milhões de horas consumidas e 6,5 milhões de visualizações.

Além do Brasil, onde ocupa o primeiro lugar do ranking, a série está no topo na Argentina, Bahamas, República Dominicana, Equador, Guadalupe, Guatemala, Honduras, Jamaica, Martinica, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Trindade e Tobago, Uruguai, Venezuela, Quênia, Ilhas Maurício, Marrocos, Ilha da Reunião e Nova Caledônia.

Inspirada em crimes reais, DNA do Crime segue a história de Benício (Rômulo Braga) e Suellen (Maeve Jinkings), dois policiais federais sediados em Foz do Iguaçu na caça de uma quadrilha de roubo a bancos na fronteira do Brasil com o Paraguai. Benício perdeu o melhor amigo, também agente da PF, durante uma fuga de presidiários e busca justiça e um pouco de vingança também. Para o personagem, a fuga tem ligação com um roubo milionário, portanto, os ladrões são responsáveis pela morte de seu colega. Já Suellen acabou de voltar da licença-maternidade e precisa se provar dentro da instituição e, para isso, se sujeita a trabalhar com o protagonista, conhecido por quebrar os protocolos da polícia. Na trama, o uso de DNA se torna crucial na busca pela resolução dos crimes.

A série de oito episódios também conta com Thomás Aquino no elenco, tem criação e direção-geral de Heitor Dhalia, roteiro de Bernardo Barcellos e Bruno Passeri, produção de Manoel Rangel e Egisto Betti e realização da Paranoïd.

Continua após a publicidade

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.