Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

Cinco doramas cativantes para maratonar na Netflix

As famigeradas novelas coreanas conquistam cada vez mais espaço – e sucesso – na plataforma de streaming; confira dicas

Por Gabriela Caputo
Atualizado em 15 set 2022, 14h26 - Publicado em 15 set 2022, 10h11

O sucesso de séries sul-coreanas como Round 6 atesta que as produções do país, cada vez mais, estão caindo no gosto do público ao redor do mundo. Um exemplo notável é Uma Advogada Extraordináriaum dorama (termo utilizado para as novelas melodramáticas orientais) jurídico que há dez semanas figura entre as produções mais assistidas mundialmente na Netflix. Faz um tempo que plataforma vem acrescentando em seu catálogo inúmeros títulos importados da Coreia do Sul que seguem a mesma receita recheada de clichês novelescos, mas que são impossíveis de largar depois do primeiro play. Confira outras boas opções para uma maratona acolhedora:

Hometown Cha-Cha-Cha

Depois de entrar em conflito com sua superior, a dentista Yoon Hye-jin (Min-a Shin) perde o emprego na clínica em que trabalhava e, em crise, vai visitar uma cidadezinha litorânea motivada pela nostalgia. Lá, conhece o rapaz Hong Du-sik (Seon-ho Kim), uma espécie de chefe local que faz tudo e cuida de todos. Decidida a mudar de vida, a mulher deixa Seul e abre seu próprio empreendimento no vilarejo, onde aprende a conviver com personalidades muito distintas e com o próprio Du-sik, que conquista um posto especial em sua vida. 

Itaewon Class

Continua após a publicidade

Preso por tentar vingar a morte de seu pai, Park Sae-ro-yu (Park Seo-Joon) sai da cadeia e busca recomeçar a vida abrindo um bar em um bairro descolado de Seul. A premissa da série é, diferentemente de muitos enredos conservadores sul-coreanos, trazer personagens mais diversas e assuntos espinhosos para a narrativa. Além de retratar os desafios de um ex-presidiário tentando a vida, Itaewon Class também conta a história uma mulher trans e de um homem negro guineense-coreano. Juntos, todos tentam sobreviver às dores da vida enquanto correm atrás de seus sonhos.

Pousando no Amor

Quando a herdeira e empresária sul-coreana Yoon Se-ri (Ye-jin Son) decide fazer um voo de parapente para a publicidade dos produtos esportivos de sua marca, ela não fazia ideia de que um tornado a faria atravessar a fronteira até o território norte-coreano. Lá, um general do exército vizinho irá ajudar a intrusa acidental, ainda que isso o coloque em risco. Apesar do filão romance proibido ser o forte da série, o dorama também aborda questões familiares e diferenças culturais, com boa dose de mistério.

Trinta e Nove

Neste k-drama (outro nome para as novelas coreanas), três melhores amigas compartilham a chegada conflitante dos 40 anos: a dermatologista Cha Mi-jo (Son Ye-jin), a professora de teatro Jang Joo-hee (Kim Ji-hyun) e a gerente de loja Jang Joo-hee (Kim Ji-hyun). Com personalidades e experiências de vida diversas, as mulheres passam por situações semelhantes nessa fase e, ao descobrirem que uma delas tem uma doença terminal, buscam apoio entre si para superar as dores – e, de quebra, aproveitar um momento tão marcante da vida.

Tudo Bem Não Ser Normal

Continua após a publicidade

Fazendo jus ao título, a temática da saúde mental é central na série, e retratada com bastante sensibilidade. O enredo acompanha a dupla Go Moon Young (Ye-ji Seo) e Moon Kang Tae (Soo-hyun Kim). Enquanto a moça é uma escritora de livros infantis de sucesso com um transtorno de personalidade, ele é um agente de saúde de uma ala psiquiátrica. Nenhum dos dois tem interesse em um relacionamento, mas, como em todo bom clichê, quando começam a se conhecer melhor e cuidar das feridas um do outro, o amor acaba florescendo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.