Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

André Marques deixa a Globo sob a sombra do fiasco de ‘No Limite’

Apresentador fica no 'É de Casa' até dia 2 de julho e depois partirá para projetos pessoais

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 30 Maio 2022, 16h39 - Publicado em 30 Maio 2022, 12h52

Após 27 anos, André Marques anunciou sua saída da Globo nesta segunda-feira, 30, pelas redes sociais. Com um texto cheio de agradecimentos por tudo que viveu desde sua chegada em Malhação em 1995, o apresentador elencou sua trajetória por diversos programas, provando que era considerado um curinga dentro da grade de programação. Prata da casa da emissora, Marques, titular do programa É de Casa, sofreu uma derrocada de prestígio após comandar o No Limite, em 2021, em uma temporada que tinha vários elementos para bombar a audiência, mas que fracassou rudemente.

O reality de sobrevivência voltou ao ar após um hiato de onze anos. A expectativa era alta e contava com participantes com forte apelo — entre eles ex-participantes do Big Brother Brasil. O programa não vingou, registrando recordes negativos de audiência. A performance do apresentador foi considerada por telespectadores como pouco empolgante e às vezes até desanimadora, o que também não favoreceu o conjunto da obra. O fracasso não agradou os anunciantes e nem a direção da emissora, segundo fontes de VEJA. A Globo parece tanto querer esquecer o mau desempenho, que a quinta temporada nem consta no catálogo do Globoplay, diferentemente da atual e até da primeira, de 2000, que também está disponível para os assinantes do serviço.

A sexta temporada passou a ser comandada pelo ex-BBB e atleta paralímpico Fernando Fernandes e o programa voltou a contar com participantes anônimos, mas o Ibope segue sem dar muitos sinais de vida, colocando em xeque o futuro do reality na grade. Substituído, Marques voltou normalmente para o É de Casa, o qual já apresentava, e para o The Voice+, já que havia passado seu posto no The Voice Kids para Márcio Garcia. Apesar das oportunidades, o apresentador não conseguiu ir além de seu sorriso bonito, mas com pouco carisma.

Em seu Instagram, André relembrou com nostalgia a carreira na emissora.”Uma linda relação com a Globo. Sou só gratidão. E depois desses quase 30 anos de um casamento feliz, fiel e cheio de amor… Conversamos bastante, e em comum acordo, decidimos nos separar no papel! Agora, continuaremos grandes amigos, podemos ficar às vezes – ou não. Namorar, casar novamente, amizade colorida.. Ou não. Mas o fato é que o meu amor, respeito e nossa história juntos ninguém vai apagar”, declarou ele. O artista ainda adiantou que deve anunciar novos projetos pessoais a partir de agosto. Ele fica na apresentação do É de Casa até 2 de julho.

View this post on Instagram

A post shared by Andre Marques (@euandremarques)

Continua após a publicidade

Procurada por VEJA, a Globo atribuiu o futuro desligamento de André Marques ao novo “modelo de gestão de talentos” que vem acabando com contratos de trabalho longos e trocando pela contratação por obra. O formato visa mais economia para os caixas da empresa e é adotado há alguns anos, principalmente com atores e atrizes.

“André Marques deixa a Globo, após uma longa trajetória como ator e apresentador. Do inesquecível Mocotó de Malhação, em 1995, à apresentação do É de Casa, matinal que integra desde a estreia, passando por realities como The Voice Kids, The Voice+, The Voice Brasil, Superstar, e No Limite, além do Vídeo Show, foram 27 anos em que seu carisma, talento e sua irreverência conquistaram o público”, começou a nota da emissora.

“Como todos sabem, a Globo, em sintonia com as transformações do mercado, vem adotando novas dinâmicas de trabalho com seus talentos. E esse novo modelo de gestão de talentos permite que as parcerias sejam renovadas e em muitos outros formatos. André tem abertas as portas da Globo para futuros projetos em todas as suas múltiplas plataformas”, completou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.