Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

A nova arma de ‘Terra e Paixão’ para levantar ibope na reta final

Novela das 9 apelará para fórmula corriqueira para cativar público durante período complicado de audiência

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
30 nov 2023, 19h30

Prestes a entrar em sua reta final, Terra e Paixão utilizará uma fórmula corriqueira para cativar o público nos meses de dezembro e janeiro — quando a audiência sofre com o período de festas de fim de ano e férias escolares. A novela das 9 escrita por Walcyr Carrasco e Thelma Guedes utilizará o artifício do “quem matou” ao sacrificar a vilã Agatha (Eliane Giardini), que conquistou uma lista longa de inimigos durante a trama. Nos próximos capítulos, a esposa de Antônio La Selva (Tony Ramos) será encontrada sem vida e caída na beira da escada com três tiros no peito. O delegado Marino (Leandro Lima) descobrirá, entretanto, que antes dos tiros e da queda, a rival de Irene (Gloria Pires) terá sido envenenada, ampliando para a possibilidade de vários assassinos.

“É é possível ela ter sido alvejada e ter caído da escada, quebrando o pescoço. Não?”, questionará o investigador ao legista que fará a autópsia de Agatha. “Não. Ao que tudo indica, ela primeiro teve a lesão no pescoço e só depois recebeu os tiros”, informará o perito.

Entre os principais suspeitos estarão: Irene, Antônio, Ramiro (Amaury Lorenzo), Kelvin (Diego Martins), Angelina (Inez Viana), Gentil (Flavio Bauraqui), Petra (Débora Ozório) e Luigi (Rainer Cadete). Todos terão um motivo específico para querer o fim da vilã. Irene tem ódio da mãe de Caio (Cauã Reymond) por ter roubado Antônio. Angelina nutre uma paixão pela amiga, mas é rejeitada. Gentil se relacionou com a vilã no passado e teve Jonatas (Paulo Lessa), mas fora abandonado por ela. Petra descobrirá mentiras da madrasta e, após a morte de Agatha, confessará para sua psicóloga que algo a atormenta. O italiano Luigi também terá contas a acertar com a vilã que o quer morto. Kelvin também será visto na mansão dos La Selva no dia do assassinato. Já Antônio vem sendo envenenado pela própria esposa, mas acordará a tempo de perceber a cobra com que se casou.

Quem matou?

O “quem matou” (ou whodunnit, em inglês) é um recurso típico da ficção, sendo popularizado com as obras de Agatha Christie e Arthur Conan Doyle. Na teledramaturgia brasileira, a primeira vez que o artifício foi usado foi na novela Véu de Noiva (1969), de Janete Clair (1925-1983), que aproveitou a saída do ator Geraldo Del Rey, intérprete de Luciano, para matar o personagem e fazer um mistério chamativo. Outros folhetins também fizeram com o recurso, como Vale Tudo (1988) — quem matou Odete Roitmann?.

Continua após a publicidade

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.