Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Ricardo Rangel

‘Qual é o interesse do presidente nisso daí?’

Por que Bolsonaro detesta tanto a vacina e ama tanto a cloroquina?

Por Ricardo Rangel Atualizado em 6 jan 2022, 22h59 - Publicado em 6 jan 2022, 17h12

“O que que está por trás disso?” perguntou Jair Bolsonaro. “Qual o interesse da Anvisa por trás disso aí?  Qual o interesse das pessoas taradas por vacina? É pela sua vida? É pela sua saúde? Se fosse, estariam preocupados com outras doenças no Brasil, que não estão.”

Bolsonaro não entende por que a Anvisa, que existe para proteger a saúde dos brasileiros, está interessada em homologar vacinas. Bolsonaro não consegue entender por que as pessoas querem vacinar a si mesmas e a seus pais. Acha que querer se vacinar é uma tara.

Bolsonaro acha que a Covid, que já matou 620 mil brasileiros (e continua matando), tem a mesma importância de que outras doenças.

Bolsonaro desconfia da ciência (e de tudo que envolva estudo) e não gosta de vacina, que não oferece risco e comprovadamente funciona. Mas gosta de cloroquina e ivermectina — criadas pela mesma ciência de que Bolsonaro desconfia —, que oferecem risco e comprovadamente não funcionam.

O cidadão entende qual é seu próprio interesse em se vacinar. O que ele não entende é qual é o interesse do presidente em lhe negar vacina. E não entende por que o presidente tentou, por tanto tempo, lhe impor cloroquina e ivermectina.

“O que que está por trás disso?” pergunta-se o cidadão. “Qual o interesse de Bolsonaro em impedir a vacinação? Qual o interesse desse presidente tarado por cloroquina? É pela morte? É pela doença? É pelo quê??”

“Afinal, qual é o interesse do presidente Bolsonaro nisso daí?!”

Continua após a publicidade

Publicidade