Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Ricardo Rangel

Os maus tratos a Dilma são mais importantes do que parecem

Os comentários de Lula sobre a sucessora podem ser uma aceno ao centro

Por Ricardo Rangel Atualizado em 27 jan 2022, 14h34 - Publicado em 27 jan 2022, 14h24

Dilma Rousseff sofre na mão do PT.

O partido fez uma pajelança em torno de Lula e Alckmin em uma churrascaria e convidaram todos os condestáveis do PT, uma porção de lideranças de outros partidos — inclusive “golpistas” como Omar Aziz e Arthur Virgílio — e da sociedade em geral. Dilma ficou sabendo pelos jornais.

O vice-presidente do PT Washington Quaquá afirmou que Dilma “não tem relevância eleitoral”. Diante da chiadeira, Quaquá… reiterou seu comentário.

Em entrevista na última quarta, Lula explicou que “a única coisa” em que Dilma “erra” é na política — como se para um político, a política não fosse tudo e mais um pouco. Foi além e descartou a presença de Dilma em seu governo: “o tempo passou” e “tem muita gente nova no pedaço”.

Os maus tratos que Dilma recebe dos correligionários são cruéis, mas não têm maior importância política em si. A ex-presidente é, mesmo, politicamente incompetente e eleitoralmente irrelevante. Mas o comentário do ex-presidente vai mais longe.

O que Lula disse dá margem a entender que ficarão fora de um eventual governo seu não apenas a pessoa física de Dilma, mas a gente “velha” do PT em geral —  Guido Mantega, Aluizio Mercadante, Nelson Barbosa, por exemplo — e a hoje caquética e falida Nova Matriz Econômica.

A sutil sinalização de que não pretende repetir a política econômica de Dilma é, até agora, o maior aceno de Lula ao centro.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês