Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Ricardo Rangel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Continua após publicidade

Dino e Gonet: indicações problemáticas

Os escolhidos por Lula para o STF e a PGR têm potencial para tumultuar ainda mais o ambiente político, mas isso não preocupa o presidente

Por Ricardo Rangel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 nov 2023, 15h52 - Publicado em 27 nov 2023, 15h29

Lula indicou Flávio Dino para o STF e Paulo Gonet para a Procuradoria-Geral da República.

Dino é o ministro mais político, mais combativo e mais lacrador do governo. É de se esperar que desempenhe papel parecido no Supremo. Tende a ser uma notícia do tipo ganha-ganha para o PT: de um lado, ganha um juiz que deve votar invariavelmente com a esquerda; do outro, abre-se uma vaga no governo pela qual o partido pode lutar.

Para o bolsonarismo, a notícia é do tipo perde-perde: o movimento perde o ministro que ama odiar e ganha um juiz que votará invariavelmente contra o movimento. Perdem também os democratas que sonham com um Supremo profissional, que fique longe da política. Com Dino lá, o Supremo vai se politizar ainda mais (se é que isso é possível).

Quanto a Gonet, ele é “conservador raiz, cristão, sua atuação no STF nos processos da Lava-Jato foi impecável”. A frase é de alguém acima de qualquer suspeita: Bia Kicis, chefe da tropa de choque bolsonarista no Congresso. Na Comissão da Verdade, Gonet ficou contra as vítimas da ditadura e a favor do establishment que as torturou e matou. Também é contra o direito ao aborto e a criminalização da homofobia e da transfobia. Liberais autênticos e progressistas lamentam. O bolsonarismo agradece.

Lula, evidentemente, não está nem aí para a politização do Supremo nem para o fato de seu PGR ter ideias opostas às das forças que o elegeram e apoiam.

Continua após a publicidade

Só o que lhe interessa é que seus indicados lhe tenham fidelidade absoluta.

O que, pelo jeito, já está garantido.

Pelo menos por enquanto.

(Por Ricardo Rangel em 27/11/23)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.