Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Um gol do jornal O Globo

Está de parabéns o jornal O Globo por ter dedicado uma página de jornal desta sexta às perguntas que Lula não aceita responder. Já escrevi e repito: acho os debates uma fórmula vencida, especialmente no primeiro turno. A legislação acaba obrigando as TVs a convidar alguns pterodáctilos que nada têm a dizer. Mas as sabatinas […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h16 - Publicado em 1 set 2006, 17h35
Está de parabéns o jornal O Globo por ter dedicado uma página de jornal desta sexta às perguntas que Lula não aceita responder. Já escrevi e repito: acho os debates uma fórmula vencida, especialmente no primeiro turno. A legislação acaba obrigando as TVs a convidar alguns pterodáctilos que nada têm a dizer. Mas as sabatinas com os jornalistas são coisa diferente. O jornalismo não é “a” opinião pública. Isso é besteira. Ninguém é. Mas é um dos canais que existem para o homem público prestar contas de seus atos, o que Lula não aceita. O bom da sabatina é que o líder nas pesquisas, como Lula, não precisa servir de escada a ninguém. O Globo faculta o acesso, mas é preciso se cadastrar. É rápido. O novo formato eletrônico do jornal é pouco amistoso. Mas vale a pena ler (clique aqui). A maioria das perguntas era pertinente. Mas o vírus do petralhismo ou da tolice estavam presentes, como se verá. Faço uma síntese abaixo, listando o nome do entrevistador e a questão de que tratou.
QUESTÕES PERTINENTES
Ancelmo Góis –
Atuação fraca no caso da violência urbana
Elio Gaspari – explicações sobre o caso Paulo Okamotto
Merval Pereira – a) quem o traiu?; b) é preciso enfiar a mão na merda?; c) como explica o baixo crescimento?
Tereza Cruvinel – como explica a aliança com notórias reputações?
Jorge Moreno – A mesma questão sobre as alianças “éticas” do PT
Artur Xexéo – por que não vai a debates se dizia antes ser essencial?
Arnaldo Bloch – É certo tentar fazer um apagamento da história do PT?
Miriam Leitão – atuação desastrada no governo do campo: 88O ocupações; 72 mortes
Joaquim Ferreira dos Santos – O que é ética?
Flávia Oliveira – a brutal carga tributária brasileira
Artur Dapieve – como é que Chávez, e não Lula, tornou-se o líder continental?
Paulo Coelho – tropeços do Brasil nos fóruns multilaterais
João Ubaldo – Por que o senhor é melhor? O que entende por “elites”?

BOBAGENS OU PETRALHISMOS
Luís Fernando Veríssimo – Como Lula teria sido muito social-democrata, vai ser mais esquerdista agora? A minha pergunta a Veríssimo: “O senhor vai votar na Heloísa Helena?”
Zuenir Ventura – Lula promete tanta coisa agora, por que não fez antes? A minha pergunta a Zuenir: “De que cor era o cavalo branco de Napoleão?”
Cora Rónai – “O senhor é bom pai?” É uma tentativa de ser engraçada. Foi só desastrada.
Chico Caruso – “O senhor é a favor de cotas raciais?” É a pergunta de um sabotador de entrevistas. É para levantar a bola para Lula cortar. Tanto ele é a favor, que seu governo as implementa. Vá desenhar, Chico.
Fernando Calazans – “Qual sua maior vitória e maior derrota?” Minhas perguntas a Calazans: “Qual é seu ator predileto?”


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês