Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Sobe cotação de Luiz Fux, ministro do STJ, para a 11ª cadeira do STF

Por Gerson Camarotti, no Globo Online: O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luiz Fux passou a ser o nome mais forte no Palácio do Planalto para ocupar a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) com a aposentadoria, em agosto do ano passado, de Eros Grau. Nos últimos dias, a presidente Dilma Rousseff […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 13h03 - Publicado em 26 jan 2011, 04h27

Por Gerson Camarotti, no Globo Online:

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luiz Fux passou a ser o nome mais forte no Palácio do Planalto para ocupar a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) com a aposentadoria, em agosto do ano passado, de Eros Grau. Nos últimos dias, a presidente Dilma Rousseff deu indicações internas de que Fux é o nome preferido.

Nos bastidores, o governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) tem sido um forte cabo eleitoral de Fux, que também é carioca. Mas Dilma teria ficado bem impressionada com a receptividade ao nome de Fux no meio jurídico. Ele foi o presidente da comissão de juristas criada para formular o anteprojeto do novo Código do Processo Civil, enviado ano passado ao Congresso. A única restrição ao nome de Fux ao STF vem do próprio STJ. Até 2010, era forte o nome do ex-presidente do tribunal, ministro César Asfor Rocha, para a vaga no Supremo. Por isso, uma nomeação de outro ministro da Corte para a mesma vaga poderia causar desconforto.

Asfor Rocha tinha o apoio do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-MA). Mas, na reta final, enfrentou resistência do ex-presidente Lula, que decidiu deixar a decisão para Dilma. Inicialmente, a presidente estava inclinada a indicar o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams. Durante a transição, chegou a tratar do tema com Lula. Mas, neste momento, ela deseja que Adams permaneça por mais tempo na AGU. Dilma acha que Adams está realizando um bom trabalho. Segundo um interlocutor da presidente, a saída de Adams no início do governo seria muito precoce. Ainda assim, ela já sinalizou que Adams terá uma vaga certa no STF, numa das próximas substituições.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês