Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Serra e Aécio na luta em favor da CPMF

Por Wilson Tosta e Eduardo Kattah, no Estadão:Os governadores tucanos insistirão para que os senadores da legenda mudem de posição e votem a favor da prorrogação da CPMF. Essa indicação foi dada ontem, no Rio, pelo governador José Serra (SP). Ele admitiu, porém, que persiste a divergência entre o comando do partido, contrário à CPMF, […]

Por Reinaldo Azevedo
Atualizado em 31 jul 2020, 20h08 - Publicado em 30 nov 2007, 05h13

Por Wilson Tosta e Eduardo Kattah, no Estadão:
Os governadores tucanos insistirão para que os senadores da legenda mudem de posição e votem a favor da prorrogação da CPMF. Essa indicação foi dada ontem, no Rio, pelo governador José Serra (SP). Ele admitiu, porém, que persiste a divergência entre o comando do partido, contrário à CPMF, e os governadores tucanos, que defendem a sua prorrogação. Serra frisou que os governadores – todos favoráveis à renovação do tributo – continuarão, “sem dúvida”, a promover a discussão interna sobre a questão. Em Minas, o governador Aécio Neves afirmou que acredita na reabertura da negociação entre seu partido e o governo federal para aprovar a prorrogação da CPMF. Ressaltou, porém, que essa possibilidade só existirá “se o governo apresentar uma disposição clara de reformular de maneira profunda” a proposta apresentada.
Aécio criticou a posição, que considera radical, da bancada tucana no Senado. Disse que não considera “nem sequer democrático” a bancada “fechar as portas a qualquer proposta”. Por outro lado, Aécio cobrou “gestos” do governo, como a promessa de aumentar os recursos para a saúde a partir de 2008, o que facilitaria a reabertura da discussão no âmbito do PSDB. Mais enfático, Serra não opôs ressalvas à negociação com o governo. “Nossa obrigação é trabalhar em função do interesse público, nunca prejudicar o Brasil por causa de rivalidades e disputas políticas internas ou entre partidos”, afirmou.
Assinante lê mais aqui

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.