Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Reféns: o dia seguinte ao fiasco

Hugo Chávez saiu desmoralizado do episódio da entrega que não houve dos reféns? Em parte, sim. Essa leitura será feita. Tudo o que é ruim para Chávez ajuda a democracia, sei disso. Mas, nesse caso, é uma ajuda pequena, quase irrelevante. Há uma boa chance de que esse episódio já estivesse no preço. Não li […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 20h01 - Publicado em 2 jan 2008, 02h27
Hugo Chávez saiu desmoralizado do episódio da entrega que não houve dos reféns? Em parte, sim. Essa leitura será feita. Tudo o que é ruim para Chávez ajuda a democracia, sei disso. Mas, nesse caso, é uma ajuda pequena, quase irrelevante. Há uma boa chance de que esse episódio já estivesse no preço. Não li ainda o noticiário desta quarta, mas aposto que se vai começar a falar da necessidade de uma zona desmilitarizada na Colômbia. Essa será a condição dos narcoguerrilheiros para libertar alguns reféns. Álvaro Uribe, o presidente da Colômbia, não vai aceitar e passará por intransigente. Hugo Chávez, o ditador da Venezuela, manterá o tema como um “botão quente” da política, a ser sempre acionado. Tentará passar a impressão de que fez todos os esforços, mas sem contar com a colaboração do presidente colombiano.

A nota indecorosa do Itamaraty, procurem, já flerta com essa tese. Ali se reconhece a necessidade de pacificação da Colômbia, como se as Farc fossem uma força legítima, que também falasse em nome do povo daquele país. Uma posição, sem dúvida, à altura do pequeno Marco Aurélio Garcia, o nosso enviado ao coração das trevas, que voltou de chapéu na mão.


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês