Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Presidente da Câmara diz ser contra plebiscito sobre armas

Vejam como sou um homem sem preconceitos. Quando um petista diz a coisa certa, então digo: “Está certo!” Posso até considerar que isso é raro, mas acontece de vez em quando. Leiam o que segue. Volto em seguida: Por Maria Clara Cabral e  Rodrigo Rötzsch, na Folha Online: O presidente da Câmara dos Deputados, deputado […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 12h17 - Publicado em 12 abr 2011, 22h38

Vejam como sou um homem sem preconceitos. Quando um petista diz a coisa certa, então digo: “Está certo!” Posso até considerar que isso é raro, mas acontece de vez em quando. Leiam o que segue. Volto em seguida:

Por Maria Clara Cabral e  Rodrigo Rötzsch, na Folha Online:
O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT-RS), declarou nesta terça-feira ser contra a realização de um novo plebiscito sobre a venda de armas de fogo. Segundo ele, a população já foi questionada recentemente sobre o assunto –em 2005 –, por isso não há motivo para se gastar o “mesmo dinheiro e fazer a mesma pergunta”. “Eu acho que nós precisamos na verdade enrijecer a legislação no que diz respeito à cobrança da lei atual e fazer que aquelas pessoas que sejam pegas com armas ilegais e não estejam com porte de armas da forma adequada sofram as penalidades da lei”, afirmou o deputado, após participar da cerimônia de abertura da Ladd, feira de segurança e defesa no Rio de Janeiro.

A discussão sobre o desarmamento voltou com força no Brasil após o massacre de 12 estudantes em Realengo, na zona oeste do Rio, na quinta-feira (7). A posição de Marco Maia vai contra a do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que já deu andamento a um projeto neste sentido. “Vamos dialogar [sobre o assunto], mas já tivemos um plebiscito que já demonstrou uma opinião muito firme. Mais de 60% votou pelo não. Eu acho muito ruim tomar decisões no calor dos acontecimentos. Só traria gastos para fazer a mesma pergunta”, disse Maia.

O presidente da Câmara afirmou, porém, ser favorável ao projeto levantado pelo deputado Sandro Mabel (PR-GO), que quer colocar detector de metais nas escolas. “Acho [a ideia] interessante. Vamos discutir a viabilidade financeira e econômica, fazer um bom debate. Mas a princípio essa pode ser uma boa alternativa”, disse. Ele também disse considerar a possibilidade de incluir no projeto de novo Código Penal punições mais fortes para quem portar armas ilegalmente.

Comento
Rapidamente:  ainda que a idéia do detector de metais pareça boa, considero-a inexequível.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês