Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Para disputar a prefeitura, Marta avisa ao PSB que deixará o PT até maio

Por Gustavo Uribe e Marina Dias, na Folha: Com a intenção de disputar a sucessão à prefeitura de São Paulo, a senadora Marta Suplicy (PT-SP) avisou ao PSB que se desfiliará do PT até maio.  A informação foi repassada à cúpula estadual do partido pelo empresário Márcio Toledo, namorado da petista e principal articulador de […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 01h49 - Publicado em 20 mar 2015, 16h03

Por Gustavo Uribe e Marina Dias, na Folha:

Com a intenção de disputar a sucessão à prefeitura de São Paulo, a senadora Marta Suplicy (PT-SP) avisou ao PSB que se desfiliará do PT até maio.

 A informação foi repassada à cúpula estadual do partido pelo empresário Márcio Toledo, namorado da petista e principal articulador de sua candidatura no ano que vem.

Além do PSB, o empresário informou a intenção de Marta ao governo de São Paulo, de Geraldo Alckmin (PSDB), que deu aval ao movimento político.

Tucanos e pessebistas são aliados no Estado e os planos de Alckmin são os de disputar a Presidência da República em 2018.

Continua após a publicidade

Para ser candidata em 2016, Marta precisa estar filiada ao PSB em outubro, um ano antes da eleição municipal.

 Antecipar a decisão, portanto, tem como objetivo dar mais tempo à senadora para articular uma candidatura competitiva, com o apoio de siglas como PPS, PV e Solidariedade.

A filiação de Marta ao PSB conta com o apoio da cúpula nacional do partido, mas ainda encontra resistências entre lideranças da legenda em São Paulo.

O receio é de que, ao ser filiada, a petista transfira ao PSB parte da rejeição ao PT no Estado.

Continua após a publicidade

Entre os petistas, a avaliação majoritária é de que é pouco provável que Marta recue da decisão e continue na sigla.

As investidas do comando do partido para “reconquistar” Marta não tiveram até o momento resposta da senadora, que tem intensificado as críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

O PT em São Paulo tem monitorado o ânimo da militância nos diretórios zonais diante dos ataques que a senadora tem feito ao governo federal.

Os resultados apontam um descontentamento dos eleitores da petista, que gostam da senadora, mas a têm achado “agressiva”. (…)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.