Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Lula na TV e o poema para Marilena

O programa eleitoral de Lula foi dedicado às mulheres. Como sempre, antes de Lula, eram as trevas. Nós, os homens, as arrastávamos pelos cabelos para a caverna e as enchíamos de bolacha. Agora, elas têm cidadania. Estavam lá Marta Suplicy e seu clone, Marisa Letícia (em melhor estado do que o modelo original, diga-se). E, […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h04 - Publicado em 26 out 2006, 23h16
O programa eleitoral de Lula foi dedicado às mulheres. Como sempre, antes de Lula, eram as trevas. Nós, os homens, as arrastávamos pelos cabelos para a caverna e as enchíamos de bolacha. Agora, elas têm cidadania. Estavam lá Marta Suplicy e seu clone, Marisa Letícia (em melhor estado do que o modelo original, diga-se). E, ah, meu Deus!, ela apareceu: Marilena Chaui, a dona da vassoura teórica mais turbinada da esquerda. Com todos os “erres” e os “esses”, ela disse votar em Lula porque quer mais democracia e porque, quem diria?, a política externa do Brasil seria muito melhor, mais soberana. Hoje grudei na literatura. Sei que tenho muitos leitores ainda jovens, alguns saídos do colégio há nem tanto tempo assim.

Professores de colégio e de cursinho acabam fazendo um desfavor a um grande poeta brasileiro chamado Álvares de Azevedo, um paulistano que nasceu em 1831 e morreu em 1852. Transformam-no num sub-Byron, num sub-Baudelaire. Se, tão jovem, não atingiu aquelas alturas poéticas, era dotado de algumas qualidades que, naqueles, eram bem mais raras. E o humor era uma delas.

Ao ver Chaui, disse cá pra mim. “É ela, é ela”. E me lembrei de Álvares de Azevedo. Vejam só que maravilha. E como isso nada tem a ver com aqueles clichês do romantismo pré-vestibular. Então lá vai. Depois de homenagear Bastos com Gregório, dedico este Álvares de Azevedo a Marilena.
*
É ela! é ela! — murmurei tremendo,
e o eco ao longe murmurou — é ela!
Eu a vi… minha fada aérea e pura —
a minha lavadeira na janela.

Dessas águas furtadas onde eu moro
eu a vejo estendendo no telhado
os vestidos de chita, as saias brancas;
eu a vejo e suspiro enamorado!

Esta noite eu ousei mais atrevido,
nas telhas que estalavam nos meus passos,
ir espiar seu venturoso sono,
vê-la mais bela de Morfeu nos braços!

Como dormia! que profundo sono!…
Tinha na mão o ferro do engomado…
Como roncava maviosa e pura!…
Quase caí na rua desmaiado!

Continua após a publicidade

Afastei a janela, entrei medroso…
Palpitava-lhe o seio adormecido…
Fui beijá-la… roubei do seio dela
um bilhete que estava ali metido…

Oh! decerto… (pensei) é doce página
onde a alma derramou gentis amores;
são versos dela… que amanhã decerto
ela me enviará cheios de flores…

Tremi de febre! Venturosa folha!
Quem pousasse contigo neste seio!
Como Otelo beijando a sua esposa,
eu beijei-a a tremer de devaneio…

É ela! é ela! — repeti tremendo;
mas cantou nesse instante uma coruja…
Abri cioso a página secreta…
Oh! meu Deus! era um rol de roupa suja!

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.