Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Haddad, o maníaco da ciclofaixa, conta com jornalismo biciclopetista para atacar os conservadores e anuncia pistas para bicicletas em 12 pontes da Marginal do Pinheiros

Um dos meus humoristas prediletos é Fernando Haddad. Ainda que ele me faça rir de escárnio e que não seja esse um sentimento tão nobre. Ele e a imprensa biciclopetista continuam a toda, confiantes nas pesquisas que indicam que 80% dos paulistanos apoiam o ciclofaixismo, ainda que sejam tão poucos os “ciclofascistas” da cidade… Aprovação, […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 02h55 - Publicado em 8 out 2014, 05h54

Um dos meus humoristas prediletos é Fernando Haddad. Ainda que ele me faça rir de escárnio e que não seja esse um sentimento tão nobre. Ele e a imprensa biciclopetista continuam a toda, confiantes nas pesquisas que indicam que 80% dos paulistanos apoiam o ciclofaixismo, ainda que sejam tão poucos os “ciclofascistas” da cidade… Aprovação, é? Ainda descobriremos que a margem de erro era de 80 pontos para mais ou para menos… Que bom! Assim não será preciso explicar o erro, né?, à diferença do que ocorre com as pesquisas eleitorais.

Será que eu sou contra faixas exclusivas para bicicletas? Eu não! Nem eu nem as pessoas que responderam aos pesquisadores. Eu sou contra é a forma como o ciclomaníaco faz as coisas. O que temos em São Paulo não é uma ciclovia, como todo mundo sabe; tampouco é uma ciclofaixa. O que o populismo de minoria do senhor prefeito faz é sair por aí a pintar de vermelho um pedaço de rua. Vejam estas fotos feitas por minha mulher, com um celular, na Alameda Barros, em Santa Cecília.

foto 4

foto 3

foto 2 (1)

Graças a Deus e ao bom senso, também ali as ciclofaixas estão desertas! Ou ofereceriam risco de vida. Eis aí um assunto que deveria interessar ao Ministério Público. Vejam as imagens: a tinta vermelha passa pelos buracos; há pelotas de cimento na pista, o meio-fio, que serve de referência, está todo danificado. Reitero: o prefeito não está nem aí. Nem mesmo se ocupou de criar faixas de bicicleta que fossem ao menos transitáveis. E ele não o fez por dois motivos:

a: porque não há bicicletas;
b: porque ele está interessado em mostrar serviço. Algum serviço, qualquer um…

Continua após a publicidade

Ao fim de dois anos de gestão, pensem bem: o que resta a saudar — e a saldar (com “ele” mesmo) — na sua gestão? Não será conhecido por seus avanços na educação, na saúde, na moradia, no planejamento urbano, nada… Por mais que conte com o apoio do jornalismo biciclopetista e com colunistas amestrados desta e de outras cidades, o povo insiste em divergir. “Ah, mas a aprovação dele está aumentando…” É mesmo?

Vejam o mapa da votação de Dilma Rousseff e Aécio Neves na cidade de São Paulo.

voto cidade de São Paulo

O azul tomou o Centro, o Centro expandido e avançou para as quatro zonas geográficas da cidade. O vermelho foi banido da Zona Norte e ainda resiste nos extremos das outras três regiões. Aécio venceu em 43 das 58 zonas eleitorais da cidade, e Alckmin bateu Padilha em 54 delas. O presidenciável tucano obteve 43,69% dos votos válidos; Dilma ficou com 26,08%, e Marina, com 23,94%. Eu não sei se os tucanos são gratos a Fernando Haddad por sua obra. Eu sou. Obrigado, prefeito! Ah, sim: nesses extremos em que o petismo resiste, não há ciclofaixas, embora haja bicicletas. Que prefeito curioso! É que a imprensa biclopetista não frequenta a periferia… Prefere falar em nome do povo e do novo, mas em Higienópolis, Moema, Alto de Pinheiros, Vila Nova Conceição…

Aliás, intuo que a ruindade de Haddad contaminou os municípios do entorno também, já que moradores de cidades vizinhas transitam pela capital. Vejam o desempenho de Dilma e Aécio na região.

Mapa votação grande são paulo

Mas o prefeito segue firme — tomara que não mude mesmo, se é que me entendem. E agora promete ciclofaixas em 12 pontes sobre o Rio Pinheiros. Segundo ele, só os “conservadores” reclamam. Eu não sabia que a última palavra em matéria de progressismo é fazer ciclofaixas para ciclistas que não existem. É isso aí, prefeito! Não dê bola para os conservadores. O senhor precisa mostrar serviço. Se só restou pintar um pedaço da rua de vermelho, fazer o quê? Tinta nela! E o povo que fale nas urnas.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)