Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Grau de Investimento 5 – Nota do Brasil “destrava” aberturas de capital

Por Fabrício Vieira, na Folha:Após o boom do lançamento de ações na Bolsa de Valores em 2007, houve uma drástica esfriada neste ano. Mas, com o novo status conquistado pelo Brasil, ao ser elevado a grau de investimento pela S&P (Standard & Poor’s), cresceu a expectativa de que os IPOs voltem a ganhar ímpeto.As operações […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 5 jun 2024, 21h24 - Publicado em 4 Maio 2008, 06h37
Por Fabrício Vieira, na Folha:
Após o boom do lançamento de ações na Bolsa de Valores em 2007, houve uma drástica esfriada neste ano. Mas, com o novo status conquistado pelo Brasil, ao ser elevado a grau de investimento pela S&P (Standard & Poor’s), cresceu a expectativa de que os IPOs voltem a ganhar ímpeto.
As operações de IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) em 2007 mostraram a importância do humor do investidor estrangeiro para que sejam realizadas. O capital externo ficou com cerca de 75% do volume ofertado nos 63 IPOs que ocorreram no ano passado.
Em 2008, até o momento, houve apenas três IPOs. E, no primeiro desses, o da Nutriplant (fabricante de fertilizantes), que ocorreu em fevereiro passado, os estrangeiros levaram só 11% do que foi ofertado. A Le Lis Blanc, que abriu capital no mês passado, ainda não divulgou a participação dos estrangeiros em sua oferta.
“Em um primeiro momento, com o “investment grade”, joga-se uma nova luz sobre os IPOs passados, papéis que andavam meio esquecidos na Bolsa de Valores e devem ter uma correção. Não creio que no curto prazo vá haver uma chuva de IPOs, mas em um segundo momento devemos observar um aumento no apetite por novos papéis”, avalia Eduardo Favrin, diretor de renda variável do HSBC Investment.
Assinante lê mais aqui

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.