Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Grau de investimento 1 – Governo avalia medidas para conter a enxurrada de dólares

Por Beatriz Abreu, no Estadão: O governo está disposto a recorrer a uma nova calibragem no pedágio cobrado para o ingresso de capitais estrangeiros se, de fato, a chancela do investment grade (reconhecimento de que o Brasil é um País de baixo risco para os investidores) provocar uma enxurrada incontrolável de dólares no mercado doméstico. […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 5 jun 2024, 21h24 - Publicado em 4 Maio 2008, 06h45

Por Beatriz Abreu, no Estadão:

O governo está disposto a recorrer a uma nova calibragem no pedágio cobrado para o ingresso de capitais estrangeiros se, de fato, a chancela do investment grade (reconhecimento de que o Brasil é um País de baixo risco para os investidores) provocar uma enxurrada incontrolável de dólares no mercado doméstico. Nesta quarta-feira, durante a reunião da coordenação política, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, vão avaliar os impactos de curto, médio e longo prazos da reclassificação brasileira pela agência Standard & Poor?s.
Eles querem criar uma rotina para acompanhar o ingresso de capitais e discutir cenários sobre como tirar proveito do novo patamar da economia, montando uma estratégia de alongamento do perfil da dívida interna e de preservação de um crescimento da economia no ritmo de 5% ao ano. Trata-se de uma reflexão que envolverá o conjunto do governo, sem abrir espaço para idéias que ponham em risco a estabilidade da economia ou mudanças na política cambial. “A política é de câmbio flutuante. Ponto!”, diz um auxiliar de Lula ao Estado.
Segundo essa fonte, o presidente está convencido de que a prática da política de câmbio flutuante trouxe “mais vantagens do que desvantagens ao País”. O câmbio flutuante não impede a valorização do dólar, mas tem o potencial de corrigir eventuais distorções na conta de balanço de pagamento do País ao longo do tempo, como pondera o Banco Central. No entanto, o presidente considera necessária uma reflexão, envolvendo o conjunto do governo, sobre se é necessário ou não criar obstáculos ao capital especulativo.
Assinante lê mais aqui

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.