Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Garibaldi anuncia que instalará amanhã CPI dos Cartões no Senado

Por Expedito Filho, no Estadão:O presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), garantiu ontem que vai instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) exclusiva da Casa para investigar os gastos com cartões corporativos e o vazamento de um dossiê que teria sido montado na Casa Civil sobre as despesas feitas no governo Fernando Henrique Cardoso. […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 19h40 - Publicado em 7 abr 2008, 06h01
Por Expedito Filho, no Estadão:
O presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), garantiu ontem que vai instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) exclusiva da Casa para investigar os gastos com cartões corporativos e o vazamento de um dossiê que teria sido montado na Casa Civil sobre as despesas feitas no governo Fernando Henrique Cardoso. “Vou ler (o requerimento) e colaborar para instalar a comissão. Não se deve segurar CPI. Quem tiver de morrer de inanição que morra. Quem tiver o destino fatal que termine de se acabar”, afirmou Garibaldi ao Estado.
Ele marcou para amanhã a leitura do requerimento da oposição. “Eu não iria me desmoralizar deixando de fazer a leitura”, disse. Garibaldi se manifestou contrário às manobras para evitar a criação da nova CPI, que vai concorrer com a comissão mista de deputados e senadores instalada no dia 12 de março, mas controlada pela base governista.
Enquanto na Câmara a base do governo tem quase 380 dos 513 deputados (74%), no Senado o equilíbrio é maior: independentemente das legendas, a divisão costuma ser de 47 senadores governistas (58%) contra pelo menos 34 que acompanham a oposição.
O presidente do Senado e parlamentares da oposição temem que as investigações sobre a quebra do sigilo dos gastos com cartão corporativo efetuados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama Marisa Letícia saiam da órbita do Legislativo e se transformem em uma batalha judicial no Supremo Tribunal Federal (STF). “O ideal é que isso se esgote no Parlamento. Mas, com esse clima de choque político, a discussão acabará nas portas dos tribunais”, disse Garibaldi.
Assinante lê mais aqui

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.