Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

EUA, CIA e Al-Jazira

Tempos interessantes estes em que os principais fiadores da democracia ocidental e do Estado de Direito, os EUA, são levados a reconhecer, para escândalo dos fariseus, que a CIA mantém prisões secretas para terroristas, e que o terrorismo, que é a representação da morte da política, recorra a uma rede de TV, a Al-Jazira (optei […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h15 - Publicado em 7 set 2006, 21h00
Tempos interessantes estes em que os principais fiadores da democracia ocidental e do Estado de Direito, os EUA, são levados a reconhecer, para escândalo dos fariseus, que a CIA mantém prisões secretas para terroristas, e que o terrorismo, que é a representação da morte da política, recorra a uma rede de TV, a Al-Jazira (optei por essa grafia), para divulgar a mensagem do novo chefe da Al Qaeda no Iraque ou uma reunião de Osama Bin Laden com os homens que praticaram os atentados do 11 de Setembro.

Querem ver? Seu eu sugerir aqui que essa Al-Jazira não passa, hoje, de um braço do terrorismo fundamentalista islâmico e que deveria levar uma bomba nos cornos, os “democratas” e esquerdistas vão me acusar de estar combatendo a liberdade de imprensa. Afinal de contas, a emissora nada mais faria do que contar o que está acontecendo. Seria mais ou menos como a Globo ficar divulgando mensagens de Marcola — para usar como exemplo a nossa versão do terrorismo. O inocente inútil se perguntaria: “Ué, se ele gravar uma fita, por que não mostrar?” Sim, e se ele começa a fazer da emissora de TV um canal de expressão da sua “luta”? É isso o que o terrorismo faz com a Al-Jazira. Aquilo não é jornalismo, mas terrorismo mitigado.

Mas os “democratas” acreditam que se trata apenas de liberdade de expressão. Já as prisões secretas da CIA os deixam arrepiados e indignados. “Ah, então é essa a democracia que os EUA pregam? O que os diferencia dos demais terroristas?” A minha resposta é de uma simplicidade e obviedade até constrangedoras: a diferença é uma questão de lado; de que lado você está? Eu estou com os americanos e com a defesa da democracia de modelo ocidental. Os fundamentalistas resolveram abrir uma guerra contra esse mundo. Assim, a guerra supõe que se usem armas de investigação que podem não ser aquelas vigentes em disputas democráticas convencionais.

Eu só lamento que a CIA tenha sido incompetente o bastante (as usual…) para permitir que uma informação de guerra — e se trata de uma guerra — tenha vazado. Os meus amigos democratas estão em busca de uma causa? Eu lhes ofereço uma. Vamos pedir o fechamento deste canal aberto para o terror que se chama Al-Jazira. Uma prisão secreta para proteger a democracia será sempre melhor do que um terrorismo explícito para acabar com ela. Alguém vê alguma falha nesta máxima?

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)