Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

ESTA É A DEMOCRACIA DELES

Por Thiago Faria, na Folha Online:A empresa de comunicação do governo, a EBC (Empresa Brasil de Comunicação), antiga Radiobrás, decidiu na semana passada mudar a crítica semanal que o ouvidor da empresa faz sobre o jornalismo praticado pela “Agência Brasil”. Na crítica, o ouvidor-adjunto Paulo Machado aponta diversos erros de informações em notícias veiculadas no […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 17h37 - Publicado em 20 Maio 2009, 00h08
Por Thiago Faria, na Folha Online:
A empresa de comunicação do governo, a EBC (Empresa Brasil de Comunicação), antiga Radiobrás, decidiu na semana passada mudar a crítica semanal que o ouvidor da empresa faz sobre o jornalismo praticado pela “Agência Brasil”. Na crítica, o ouvidor-adjunto Paulo Machado aponta diversos erros de informações em notícias veiculadas no noticiário da agência, colocando em dúvida a credibilidade da empresa.
Com o título “Credibilidade da agência pública de notícias”, Machado relaciona erros apontados por leitores e a respectiva resposta da “Agência Brasil”, que em alguns casos não reconhecia o erro de informação.
A crítica, publicada nas manhãs das sextas-feiras, ficou parada no sistema interno da EBC e não foi ao ar. A coluna semanal do ouvidor foi publicada apenas no sábado (16), com um outro texto, sobre assunto diferente, desta vez com críticas mais amenas.
Por meio de sua assessoria de imprensa, a EBC informou que não houve censura e que a publicação foi apenas adiada. O adiamento foi uma decisão conjunta da ouvidoria e da direção da “Agência Brasil”. A EBC ressaltou que a diretoria da empresa não interfere no trabalho da ouvidoria, que tem autonomia.
A Folha Online apurou que a reunião que decidiu pela substituição do texto gravado no sistema pelo que foi ao ar teve a participação da diretora-presidente da empresa pública, Teresa Cruvinel, e o ouvidor-geral da EBC, Laurindo Leal Filho.
No fim da sua coluna publicada no sábado, Machado ainda se desculpa aos leitores pelo atraso na publicação e remete o ocorrido a “motivos alheios” à sua vontade. “Peço desculpas aos leitores pelo atraso na publicação desta coluna devido a motivos alheios à nossa vontade. Na próxima semana voltaremos ao horário normal de publicação.”
O fato gerou estranheza na equipe de jornalismo da empresa, que teve acesso à coluna gravada no sistema. A mudança no texto e a possível censura à crítica anterior está em desacordo com a norma interna da ouvidoria.
Na parte que trata dos objetivos do ouvidor, o texto é claro ao afirmar que a crítica não pode sofrer impedimentos. “A Ouvidoria tem os seguintes objetivos: 1 – assegurar ao cidadão o direito à crítica sobre o jornalismo e a comunicação da Radiobrás, sem impedimentos ou discriminações.”
Publicidade