Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

ELEIÇÕES NOS EUA 2 – “Scorsese” dos ataques investiga Obama no Havaí

Na Folha:No meio dos produtores de anúncios negativos, um nome é considerado uma espécie de Martin Scorsese dos ataques políticos, pela crueza e eficiência com que passa sua mensagem. É Floyd Brown, 47, um dos responsáveis pelo clássico “Willie Horton”, peça exibida durante a campanha de 1988 que ajudou o republicano George Bush pai a […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 19h18 - Publicado em 29 jun 2008, 08h01
Na Folha:
No meio dos produtores de anúncios negativos, um nome é considerado uma espécie de Martin Scorsese dos ataques políticos, pela crueza e eficiência com que passa sua mensagem. É Floyd Brown, 47, um dos responsáveis pelo clássico “Willie Horton”, peça exibida durante a campanha de 1988 que ajudou o republicano George Bush pai a derrotar o democrata Michael Dukakis.
Naquele ano, ainda durante as primárias democratas, o então pré-candidato Al Gore acusou seu oponente, o então governador de Massachusetts, Michael Dukakis, de ser leniente com o crime, por ter continuado um programa que permitia a detentos passarem o fim de semana fora da cadeia. Um deles era Willie Horton, condenado à prisão perpétua por assassinato em 1974.
Em sua primeira saída usando o programa de fim de semana, em 1986, já com Dukakis como governador, Horton fugiu, estuprou uma garota e atacou violentamente seu namorado, que morreu. Ele seria preso no ano seguinte. Quando Dukakis finalmente bateu Gore nas primárias e enfrentou Bush pai nas eleições gerais, os republicanos ressuscitaram o caso.
(…)
O filme -que pode ser assistido em http://www.youtube.com/ watch?v=EC9j6Wfdq3o- foi colocado no ar pelo National Security Pac 1988 e repetido à exaustão. No dia 8 de novembro de 1988, Bush bateu Dukakis em 40 dos 50 Estados e levou 53,4% dos votos populares.
Pois Brown está de volta. Hoje aos 47, o consultor pôs no ar o ExposeObama, site no qual já há uma coleção de vídeos negativos sobre o candidato democrata.
(…)
Em maio, Brown disse que se sentia “uma criança numa loja de doces” nas atuais eleições, por conta da história de vida de Obama e da abertura a ataques que ela dá. A Folha trocou e-mails com ele na semana passada. “Estou no Havaí investigando a família do senador Obama”, disse
(…).
Leia mais aqui
Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês