Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

E quem cuida das árvores?

Há coisas que fazem sentido, e há outras que são apenas espuma. Leiam o que informa Eduardo Kattah, no Estadão Online. Comento em seguida (o título acima é meu):  O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Luppi, sugeriu hoje que o PDT poderá se alinhar a uma eventual candidatura presidencial do governador de Minas Gerais, […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 17h31 - Publicado em 2 jun 2009, 21h45

Há coisas que fazem sentido, e há outras que são apenas espuma. Leiam o que informa Eduardo Kattah, no Estadão Online. Comento em seguida (o título acima é meu): 

O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Luppi, sugeriu hoje que o PDT poderá se alinhar a uma eventual candidatura presidencial do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), caso ele consiga se viabilizar como presidenciável tucano. Após um encontro com o mineiro no Palácio Mangabeiras, em Belo Horizonte, Luppi disse que o PDT integra a base de apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não tem compromisso com a pré-candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

“Uma coisa não tem necessariamente nada a ver com a outra”, afirmou o ministro, que é presidente licenciado do PDT. “Quando assumimos o governo e aceitamos a honrosa missão que o presidente Lula nos deu, ser ministro de Estado do Trabalho e Emprego, aceitamos com o compromisso de base de apoio do governo. Em nenhum momento nós discutimos a sucessão presidencial”, disse.

O encontro com Luppi serviu para reforçar um dos principais argumentos de Aécio na disputa interna que trava com o colega paulista José Serra: a capacidade de aglutinar mais apoios, inclusive de partidos que hoje estão na base de sustentação do Planalto. O ministro disse que o PDT vai aguardar primeiro a decisão do PSDB, respeitando o processo interno do partido. Mas condicionou uma “reavaliação” do atual quadro eleitoral para 2010 à escolha do tucano mineiro. “É claro que amanhã o PSDB decidindo pelo nome do governador Aécio muda todo o quadro eleitoral nacional”, disse.

 

Continua após a publicidade

Comento

Ai, ai…

 

Vocês realmente acreditam que há alguma possibilidade de este notório Carlos Luppi deixar o governo, então, ali pelo começo do ano que vem — mais a penca de cargos — para apoiar um candidato de oposição? Até onde acompanho, Aécio seria de oposição, certo? Quem? Luppi? Justamente a banda mais atrasada e corporativista do governo? O PDT, o deste senhor a menos, só não é pior do que o PT porque é irrelevante.

Continua após a publicidade

 

Tanto Luppi não faria o que diz que poderia fazer que não deixa de estar cumprindo uma tarefa do governismo: ajudando a criar, ao menos, uma marolinha nas oposições. Com efeito, acho que o PSDB precisa pensar bem: “Olhem lá, hein, tucanos?! Se quiserem ter o apoio de Luppi, vocês já sabem o que fazer”.

 

A notícia sairá em papel também? Ninguém mais pensa nas árvores? Só eu e os ruralistas da CNA?

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.