Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

E POR ESTA FARRA? ALGUM JUIZ ELEITORAL SE INTERESSA?

Por Clarissa OliveiraO presidente Luiz Inácio Lula da Silva empenhou-se ontem em negar que já tenha entrado na corrida municipal deste ano, mas aproveitou para exaltar os petistas Luiz Marinho e Marta Suplicy, que disputam as eleições em São Bernardo do Campo e São Paulo. Seguindo a tradição de participar da posse da diretoria do […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 19h10 - Publicado em 3 ago 2008, 09h05
Por Clarissa Oliveira
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva empenhou-se ontem em negar que já tenha entrado na corrida municipal deste ano, mas aproveitou para exaltar os petistas Luiz Marinho e Marta Suplicy, que disputam as eleições em São Bernardo do Campo e São Paulo. Seguindo a tradição de participar da posse da diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Lula reservou em seu discurso espaço para elogios aos dois candidatos e garantiu que estará presente nas atividades de campanha.
“Eu terei imenso prazer em estar com a imprensa nos comícios que eu vou fazer com os candidatos aqui da região e nos comícios que vou fazer com a companheira Marta em São Paulo. Não pensem que não vou fazer, porque vou”, disse Lula, destacando que ontem não seria a ocasião para isso, já que “o rei da festa” era o novo presidente do sindicato, Sérgio Nobre.
Em discurso de mais de meia hora, em que lembrou os tempos de dirigente sindical, Lula não economizou nos afagos a Marinho, que tenta subir do atual terceiro lugar nas pesquisas. Disse que o petista, quando foi escolhido presidente do sindicato, não era o melhor orador de porta de fábrica. “Mas ele provou ser, entre todos nós, o mais importante articulador dessa categoria”, disse.
A disputa de 2010 também apareceu nos discursos. Lula aproveitou para dizer mais uma vez que conseguirá eleger seu sucessor no Palácio do Planalto. “Não está na minha testa, mas eu vou dizer: eu vou fazer a minha sucessão neste País e vamos eleger uma pessoa para dar seqüência a tudo o que nós fizemos, para gerar mais emprego do que eu, para tratar os pobres melhor do que eu, para tratar os trabalhadores melhor do que eu”, afirmou.
(…)
Lula voltou a se queixar da cobertura jornalística. “A imprensa é a responsável pelo que eu sou, não porque ela fala bem de mim, mas porque ela fala mal de mim”, afirmou, frisando não pedir matérias favoráveis. “Errou, porrada. Acertou, reconheça o acerto.” Ele se queixou especificamente da falta de espaço dedicado nos jornais ao crescimento industrial de 6,3%. “Se fosse matéria negativa, teriam dado todos”, disse, reiterando que confia nos leitores. “Quando é verdade, as pessoas sabem que é verdade. Quando é mentira, as pessoas sabem que é mentira. Quando é má-fé, as pessoas sabem que é má-fé.”

Comento

Vamos ver. O sindicato promove uma festa de posse e chama o presidente da República. Em seu discurso, ele anuncia que vai subir “no palanque da companheira Marta” e dos demais candidatos petistas do ABC — além, como se vê, de falar até da campanha eleitoral de 2010. O próprio presidente da entidade chamou os presentes de “exército” a serviço de um partido.

Digam-me: a máquina sindical está ou não está sendo usada em favor do PT? Está. E isso é ilegal. Mas fiquem certos: não haverá juiz eleitoral que se interesse pelo caso. Nem sempre eles são tão laxistas… Sabem aquele e-mail de Kassab aos suprefeitos? Pois é. Já lhe rendeu uma multa de R$ 42 mil — ainda cabe recurso. O “exército” do petismo não está presente só nos sindicatos.

Imprensa
A crítica à imprensa é de um egoísmo brutal! Jamais ela foi tão condescendente com um presidente como é com Lula. Mais: ajudou a criar o mito, como todos sabemos. E ali mesmo, naquele sindicato, naquela região. A notícia que ele diz ter sido subestimada estava na capa de todos os jornais e foi manchete da Folha neste sábado.

Mas esse é um velho truque. O PT vive acusando “a mídia” de persegui-lo justamente para que ela, no esforço de provar que ele está errado, passe a adulá-lo. Em muitos casos, funciona.

PS: Ah, sim: Lula exortou os metalúrgicos a pedir aumento. Quer provar, assim, que continua fiel às origens…

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês