Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Dossiê: MP investiga operação-limpeza denunciada por Veja

Por Lilian Christofoletti, na Folha desta quinta: “A suposta operação montada pela Polícia Federal para tentar abafar o caso do dossiê -que envolve ex-membros do comitê eleitoral de Luiz Inácio Lula da Silva numa negociação frustrada de documentos contra candidatos tucanos- virou alvo de investigação criminal movida pelo Ministério Público Federal em São Paulo. Os […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 6 jun 2024, 08h18 - Publicado em 26 out 2006, 08h28
Por Lilian Christofoletti, na Folha desta quinta: “A suposta operação montada pela Polícia Federal para tentar abafar o caso do dossiê -que envolve ex-membros do comitê eleitoral de Luiz Inácio Lula da Silva numa negociação frustrada de documentos contra candidatos tucanos- virou alvo de investigação criminal movida pelo Ministério Público Federal em São Paulo. Os procuradores que cuidam do controle externo das atividades da PF buscam saber se a cúpula do órgão ajudou os investigados a construir uma versão comum, que preservasse a campanha petista. Um dos focos da Procuradoria é o diretor-executivo da PF paulista, Severino Alexandre, apontado como o intermediário de um encontro secreto entre investigados e ainda como o responsável pela concentração do caso nas mãos de policiais de confiança. No dia 22 de setembro, a Folha revelou que o diretor-executivo da PF paulista, por orientação de Zulmar Pimentel -segundo homem na hierarquia da PF no país-, afastou da investigação o delegado Edmilson Bruno, que prendeu os petistas e apreendeu o dinheiro. Para o lugar de Bruno foi indicada uma delegada assistente de Severino Alexandre. Pimentel é cotado a assumir o comando da PF num eventual segundo mandato de Lula. Há duas semanas, na revista “Veja”, o diretor-executivo foi citado como o responsável por um encontro secreto entre Freud Godoy, ex-segurança de Lula, e o preso Gedimar Passos, ex-policial contratado pelo PT para comprar o dossiê.” Clique aqui para ler mais

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.