Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Dilma, atrasada, diz na Fifa que estádio “é o mais simples”

Na VEJA.com: A presidente Dilma Rousseff garantiu nesta quinta-feira, em Zurique, na Suíça, durante encontro na sede da Fifa com o presidente da entidade, Joseph Blatter, que as cinco arenas ainda não entregues pelo país-sede estarão prontas para a Copa do Mundo – segundo ela, fazer estádio “é o mais simples” em meio a todos […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 04h35 - Publicado em 23 jan 2014, 17h59

Na VEJA.com:
A presidente Dilma Rousseff garantiu nesta quinta-feira, em Zurique, na Suíça, durante encontro na sede da Fifa com o presidente da entidade, Joseph Blatter, que as cinco arenas ainda não entregues pelo país-sede estarão prontas para a Copa do Mundo – segundo ela, fazer estádio “é o mais simples” em meio a todos os preparativos para o torneio. Antes e depois da reunião, que durou cerca de uma hora e 40 minutos, Dilma e Blatter tentaram mostrar que o governo e a entidade estão unidos e que há otimismo na contagem regressiva para o evento. Foi a primeira visita de Dilma Rousseff à sede da Fifa – e a presidente, que discutiria, entre outras coisas, o descumprimento dos prazos assumidos pelos brasileiros, chegou atrasada para o compromisso.

A presidente recorreu a um termo que tem adotado com cada vez mais frequência para promover o evento, dizendo que ele será a “Copa das Copas”. Também reiterou que os torcedores estrangeiros não terão problemas no país. “Podem vir ao Brasil. Vocês serão recebidos de braços abertos”, disse. Ela não quis, porém, responder às perguntas dos jornalistas sobre a situação do estádio de Curitiba, que está ameaçado de ser retirado do torneio em razão dos atrasos nas obras. Nem ela nem Blatter aceitaram responder aos questionamentos dos jornalistas. Em uma iniciativa coreografada, Dilma e Blatter deram as mãos, sorriram e trocaram elogios mútuos.

“Essa será uma grande Copa”, afirmou Blatter, que apenas há duas semanas havia dito que nunca havia visto um país-sede tão atrasado na preparação para o torneio. Nesta quinta-feira, no entanto, as críticas foram deixadas de lado pelo presidente da Fifa. “Não haverá problemas. No final tudo se resolve, principalmente no Brasil”, disse Blatter, que agora afirma estar acostumado ao “jeitinho brasileiro”. Dilma também deu suas garantias de que o Mundial será um sucesso. “Estamos preparados”, insistiu. Um dos objetivos da reunião foi o de mostrar que o Brasil estará totalmente comprometido com a Copa. O encontro, no entanto, acabou sendo adiado porque Dilma se atrasou, fazendo o cartola esperar.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.