Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Como se produzem as notícias e as salsichas… Ou melhor: o “frango estragado”

Vi há pouco no Jornal Nacional uma reportagem que dava grande destaque a relatos de moradores do Pinheirinho que teriam sido maltratados pela PM. Se aconteceu ou não… Quem vai duvidar do relato de uma senhora que encaixa direitinho o discurso de sua fragilidade em contraste com a suposta força bruta de um policial? Dos humildes serão […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h37 - Publicado em 1 fev 2012, 21h37

Vi há pouco no Jornal Nacional uma reportagem que dava grande destaque a relatos de moradores do Pinheirinho que teriam sido maltratados pela PM. Se aconteceu ou não… Quem vai duvidar do relato de uma senhora que encaixa direitinho o discurso de sua fragilidade em contraste com a suposta força bruta de um policial? Dos humildes serão não só o Reino dos Céus como a verdade jornalística. O tempo dos fatos está na pré-história do tempo da justiça social, entenderam?

Bem, o que havia de fato comprovado, que ganhou destaque muito menor? Denúncias, gravadas pelo 190 da Polícia Militar, dando conta de cárcere privado na área invadida. Moradores acusavam as “lideranças” do local de impedir a saída dos moradores. Já está claro que os pobres foram usados como massa de manobra.

Qual é o método dessa gente? Essa reportagem da Folha Online deixa tudo muito claro. Leiam.

Prefeitura registra BO contra líder de ex-moradores do Pinheirinho

Por Rodrigo Mesquita:
A prefeitura de São José dos Campos (91 km de SP) registrou nesta quarta-feira um boletim de ocorrência contra o líder sindical Valdir Martins, 54, conhecido como Marrom, por difamação e dano qualificado. A ação é devido a um vídeo, publicado no YouTube, em que Martins acusa a prefeitura de servir comida estragada no abrigo Vale do Sol, que recebeu ex-moradores da área do Pinheirinho, desocupada em 22 de janeiro. No vídeo, Martins, que é diretor do Sindicato dos Metalúrgicos da cidade, aparece dizendo que a comida estaria azeda, que as crianças do abrigo estariam passando fome, e que seria a terceira vez que esse problema acontecia. Uma mulher chegou a dizer que nem cachorro chegava perto da comida.

Continua após a publicidade

Em nota, a prefeitura disse que a comida é a mesma servida nos outros dois abrigos que receberam os ex-moradores, e que a cena da comida estragada foi forjada. “A travessa de frango com molho foi retirada à força do buffet pelo líder no movimento, Valdir Martins, quando mais da metade das pessoas já havia almoçado, e colocada no sol por mais de 40 minutos para criar mais uma sabotagem contra os serviços da prefeitura e provocar tumulto nos abrigos”. Segundo a prefeitura, a intenção seria criar um “factóide” para a imprensa. De acordo com a nota, a empresa que fornece alimentos para os abrigos também participou do registro do boletim de ocorrência contra Martins.

Em um primeiro contato com a Folha, o líder sindical confirmou que a comida estaria estragada, e que os moradores do abrigo estariam sem almoçar. Durante a tarde, a reportagem voltou a tentar contato com Martins, mas ele não atendeu mais o telefone. O advogado de Martins, Antonio Donizete Ferreira, estava em uma audiência pública na Assembléia Legislativa sobre o caso Pinheirinho e não havia retornado a ligação até as 19h. O Sindicato dos Metalúrgicos também não havia se posicionado sobre o boletim de ocorrência.

Voltei
Eis aí… Ou a Prefeitura e o governo de São Paulo começam, de fato, a recorrer à polícia e à Justiça para coibir a prática sistemática de crimes, ou os caluniadores vão se sentir livres para agir.

Trata-se de uma guerra suja na qual setores do governo, é visível, estão claramente empenhados. A imprensa terá de fazer uma escolha. OU FICA COM OS FATOS OU COM AQUILO QUE OS GRUPOS DE PRESSÃO DIZEM SER OS FATOS.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.