Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Campinas – Promotoria vê atuação de amigo de Lula em desvio

Por RogérioPagnan e Marília Rocha, na Folha: Documento do Ministério Público Estadual que integra relatório sobre o suposto desvio de verbas da Prefeitura de Campinas (93 km de SP) aponta que o empresário José Carlos Bumlai teria “ascendência” sobre o esquema. Segundo a Folha apurou, os promotores que cuidam do caso iniciaram uma investigação paralela […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 5 jun 2024, 11h52 - Publicado em 28 Maio 2011, 07h37

Por RogérioPagnan e Marília Rocha, na Folha:
Documento do Ministério Público Estadual que integra relatório sobre o suposto desvio de verbas da Prefeitura de Campinas (93 km de SP) aponta que o empresário José Carlos Bumlai teria “ascendência” sobre o esquema. Segundo a Folha apurou, os promotores que cuidam do caso iniciaram uma investigação paralela para descobrir se o amigo do ex-presidente Lula teria um papel muito além de um simples intermediário entre a Constran e a máquina pública. “[Bumlai] teria participação ainda mais direta no esquema de corrupção, inclusive com possível ascendência sobre Rosely [Nassim, primeira-dama]”, diz trecho do relatório da Promotoria. Os promotores chegaram a pedir a prisão do empresário na semana passada, mas o juiz Nelson Augusto Bernardes pediu mais informações, que não foram apresentadas.

O empresário foi ouvido na tarde de ontem em Campinas pelo grupo de promotores do Gaeco, que investiga organizações criminosas. Um dos advogados que acompanhavam Bumlai, Mário Sérgio Duarte Garcia negou qualquer ligação do empresário com o esquema. Repudiou qualquer interesse do empresário na delação premiada para se proteger ou proteger outra pessoa. Nas interceptações telefônicas feitas com autorização da Justiça, o ex-presidente da Sanasa (empresa mista de abastecimento de água da cidade) Luís Augusto Castrillon de Aquino diz a um interlocutor que Bumlai queria fazer um acordo com a Promotoria para proteger Lula. Os promotores dizem no documento acreditar ser o ex-presidente, dada a amizade entre ambos. Não é explicado, porém, por que o empresário poderia protegê-lo.

“É um absurdo. Não sei por que isso saiu na imprensa”, disse o advogado ontem. Também foi Aquino que, em delação premiada, disse que Bumlai era o principal contato dos agentes públicos de Campinas com a Constran, uma das empresas apontadas como integrantes de um esquema criado para desviar verba pública. Aqui


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.