Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Auditor investigado diz que Kassab “sabia de tudo”

Na VEJA.com: O auditor fiscal Ronilson Bezerra Rodrigues, preso sob acusação de integrar o esquema que desviou 500 milhões de reais da prefeitura de São Paulo, afirmou, em conversa gravada em setembro com autorização da Justiça, que o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) e o ex-secretário de Finanças Mauro Ricardo Costa “tinham ciência de tudo”. O […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 05h02 - Publicado em 7 nov 2013, 23h59

Na VEJA.com:
O auditor fiscal Ronilson Bezerra Rodrigues, preso sob acusação de integrar o esquema que desviou 500 milhões de reais da prefeitura de São Paulo, afirmou, em conversa gravada em setembro com autorização da Justiça, que o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) e o ex-secretário de Finanças Mauro Ricardo Costa “tinham ciência de tudo”. O diálogo foi divulgado na noite desta quinta-feira pelo Jornal Nacional, da Rede Globo.

“É um absurdo, Paula. Tinha de chamar o secretário e o prefeito também, você não acha? Chama o secretário e o prefeito com quem eu trabalhei. Eles tinham ciência de tudo”, afirma Rodrigues, em conversa com Paula Sayuri Nagamati, ex-chefe de gabinete de Mauro Ricardo. No telefonema, Rodrigues demonstra irritação após seu nome ser publicado no Diário Oficial do Município como investigado pela prefeitura.

Kassab e Mauro Ricardo repudiaram a afirmação de Rodrigues, ex-subsecretário de Receita Municipal. “Essa atitude tem objetivo escuso exclusivamente para atingir minha imagem e honra”, disse Kassab, em nota. O ex-prefeito e o ex-secretário de Finanças também reafirmaram que a investigação preliminar do esquema de propina começou em setembro de 2012 e só não foi concluída porque a gestão terminou.

Paula foi exonerada do cargo de supervisora técnica na Secretaria de Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social. Ela afirmou, em depoimento ao Ministério Público, que o secretário de Governo, Antonio Donato (PT), recebeu dinheiro para campanha eleitoral, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Haddad chegou a dizer que Paula “faz parte da quadrilha”, mas os promotores afirmam que, por enquanto, ela é “apenas testemunha”.

Esquema
O Jornal Nacional também revelou uma gravação feita pelo fiscal Luis Alexandre de Magalhães durante um encontro entre ele, Rodrigues e mais um acusado, o ex-diretor da Divisão de Cadastro de Imóveis, Carlos Augusto di Lallo Leite do Amaral. A conversa foi gravada no apartamento de Magalhães e é considerada uma das principais provas colhidas pelo Ministério Público Estadual sobre o esquema de propina. “Eu não vou ser bode expiatório. Eu levo a secretaria inteira, vai todo mundo comigo. Eu te dei muito dinheiro”, disse o fiscal, irritado com Rodrigues. “Você sabe porque me deu muito dinheiro? Porque eu te deixei lá”, respondeu Rodrigues.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês