Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Aparece um outro empresário no imbróglio de São Sebatião, aquele do empresário para o qual irmão de Lula fez lobby

Eu não lhes disse que aquela história de São Sebastião não cheirava bem? Pois então. A Folha informa hoje que a Polícia Federal está investigando o empresário Andelmo Zarzur Júnior. As suspeitas são de sonegação fiscal, ocultação de bens e lavagem de dinheiro. Ele é ligado ao prefeito da cidade, Juan Pons Garcia (PPS), aquele […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 6 jun 2024, 08h18 - Publicado em 26 out 2006, 08h12
Eu não lhes disse que aquela história de São Sebastião não cheirava bem? Pois então. A Folha informa hoje que a Polícia Federal está investigando o empresário Andelmo Zarzur Júnior. As suspeitas são de sonegação fiscal, ocultação de bens e lavagem de dinheiro. Ele é ligado ao prefeito da cidade, Juan Pons Garcia (PPS), aquele que tem um projeto para verticalizar a cidade. Se aprovado, o Riviera Group, comandado pelo empresário Emídio Mendes, sairia beneficiado. O grupo já comprou muitos terrenos na região. Zarzur chegou a viajar junto com Garcia para Portugal. O que a Folha não informa é que o pai de Andelmo Zarzur Júnior, petroleiro aposentado e advogado, é ligado ao Sindipetro — Sindicato dos Petroleiros de Cubatão e à FUP, a federação da categoria. Todos são ligados à CUT. Genival Inácio da Silva, irmão do presidente Lula, já atuou como lobista de Mendes. Para ler mais a respeito na Folha, clique aqui, aqui e aqui. Em tempo: o grupo português também atua na área de energia. E Mendes já esteve reunido com um diretor da Petrobras.

LOBBY – O Estadão também volta ao caso de São Sebastião: “As negociações com o Planalto e a Petrobrás por parte do empresário português Emídio Mendes, do Riviera Group, para tentar montar em São Sebastião uma base de exportação de álcool combustível para a Europa, foram intermediadas pelo lobista Genival Inácio da Silva, o Vavá, irmão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Emídio Mendes queria que a Petrobrás escolhesse a cidade como base estratégica do pólo de álcool e gás do litoral norte. As negociações foram reveladas pela revista Veja, em outubro de 2005. Nota da Petrobrás confirmou e apresentou detalhes da participação de Vavá nas negociações. A estatal admitiu ter ‘esboçado um Memorando de Entendimento’ com a Nacionalgás, do grupo Riviera.” (…)É certo, conforme foram obrigados a revelar a Petrobrás e o governo, que Emídio Mendes aprofundou as negociações após ser recebido no Palácio do Planalto pelo assessor especial de Lula, César Alvarez, e, em segunda audiência, pelo secretário particular da Presidência, Gilberto Carvalho. Vavá esteve em ambas. Após duas semanas, a Petrobrás desistiu da negociação com a Nacionalgás, que admitiu ter pago as passagens de Vavá a Brasília.” Clique aqui para ler mais

ZARZUR PAI – Ainda no Estadão: “O advogado e petroleiro aposentado Andelmo Zarzur disse que seu filho conseguiu vencer uma concorrência para fornecer adesivos para a Petrobrás. ‘Era para a empresa fazer possíveis serviços, só que venceu o prazo do contrato e não teve serviço nenhum’, afirmou. Como não executou serviço algum, a empresa não foi remunerada. Andelmo disse que o filho está ‘afastado da empresa’. A firma, segundo ele, produz faixas e trabalhos de computação gráfica. Zarzur Jr. mora em São Paulo, mas a sede da empresa fica em São Sebastião. Segundo o advogado, a empresa está em nome de uma mulher: ‘O nome dela é Adélia Sales.’ O pai afirmou ter pouco contato com o filho. ‘Não tenho o telefone dele. É sempre ele que liga.’ O Estado esteve no prédio onde mora Zarzur Jr. em São Paulo, mas não o encontrou. Também não o achou na De & D.” Para ler mais, clique aqui

CAIXA DOIS – No Estadão: “Vídeo com imagens de reuniões realizadas em 2003 e 2004 flagra o então pré-candidato a prefeito Juan Garcia (PPS) pedindo contribuições para a futura campanha e revelando esquema de caixa 2. O material foi gravado pelo empresário Luiz Carlos Soares, proprietário da empresa de ônibus de São Sebastião, a Autoviass. O vídeo foi lançado no auge da campanha de Garcia, em 2004, pelo adversário Paulo Julião, que tentava a reeleição. Na cópia, à qual o Estado teve acesso, há quatro reuniões, das quais participam Garcia e seus assessores, além de Soares e um gerente da Autoviass identificado apenas como Juvenal.” Clique aqui para ler mais

Só uma observação. Sou capaz de apostar que isso não é tudo.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.