Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Alinhamento de setores da imprensa com Haddad beira a sem-vergonhice

Fernando Haddad, ministro da Educação e pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo — Lula já submeteu Marta Suplicy a uma humilhação que eu, se fosse petista, consideraria injusta, dados os serviços prestados por ela à “causa” — gasta R$ 100 mil por dia na, como posso chamar?, divulgação dos eventos de sua pasta. […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 10h56 - Publicado em 29 ago 2011, 16h42

Fernando Haddad, ministro da Educação e pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo — Lula já submeteu Marta Suplicy a uma humilhação que eu, se fosse petista, consideraria injusta, dados os serviços prestados por ela à “causa” — gasta R$ 100 mil por dia na, como posso chamar?, divulgação dos eventos de sua pasta.

O esquema é profissional. O homem é capaz de operar os milagres mais exóticos, diante dos olhos da imprensa, sem que ninguém estranhe. Ele anunciou, por exemplo, pouco mais de R$ 600 milhões para criar quatro universidades federais. Mas, só com o Enem deste ano, pretende gastar mais de R$ 300 milhões. Como pode a realização de uma simples prova custar a metade do que custa a implementação de quatro universidades federais, eis um dos arcanos que envolvem o nosso leninista que não suja o shortinho. Ou o custo de criação das tais universidades está subestimado (e, pois, a coisa não é pra valer; e não é), ou o custo do Enem está superestimado. Dado o padrão petista de gestão, eu aposto na alternativa C: a A e B estão corretas.

Tenho cuidado amiúde da obra deste gigante. Ainda hoje lembrarei de um outro feito seu, a que se costuma dar pouca atenção. Mas sigamos. Olhem, tem sido quase impossível ler jornal, site, portal ou ouvir rádio sem que sejamos informados da agenda de Haddad, dos seus feitos, do que ele anda pensando etc. Há ilhas de isenção, como sempre. Mas, em regra, tá tudo dominado. Ah, sim: se, eventualmente, não é ele a pauta, então entra Gabriel Chalita.

A assessoria de Haddad está, com efeito, fazendo um bom trabalho. Tem a seus pés os pauteiros da grande imprensa e os responsáveis por colunas de notas. Os que conseguem fazer “jornalismo crítico” dão algumas pancadas em Marta Suplicy, tratando-a como o PT velho, já superado — em suma, reproduzem a avaliação de Lula. Fica-se com a impressão de que a disputa eleitoral se esgotará na pré-confronto entre Marta e Haddad, em que ela  está em clara desvantagem. Decidido esse embate, bastará a ele correr para o abraço.

A campanha em favor do escolhido por Lula na base do dedaço já beira a falta de vergonha na cara. Eu estou entre aqueles que acham legítimo que jornalistas e veículos digam qual é seu candidato ou pré-candidato preferido. Eu digo. O meu, por exemplo, é Andrea Mattarazzo. MAS ATENÇÃO! EU DIGO. Ninguém tem o direito de duvidar disso.

O que é detestável é essa mania de afetar isenção e independência, mas engajando-se, de modo oblíquo, numa candidatura. “Ah, mas se há notícia sobre Haddad, fazer o quê?” Entre outras coisas, há que se denunciar o uso de dinheiro público, não é mesmo?, numa campanha eleitoral que nem começou.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)