Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Alckmin se reúne com Kassab e anuncia pacote antienchente

Na Folha Online: O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta terça-feira que a chuva que atingiu a cidade entre a noite de ontem e a madrugada de hoje foi “realmente excepcional”. Mais cedo, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) culpou o excesso de chuva pelos alagamentos na cidade. Alckmin se reuniu hoje com […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 13h11 - Publicado em 11 jan 2011, 19h38

Na Folha Online:
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta terça-feira que a chuva que atingiu a cidade entre a noite de ontem e a madrugada de hoje foi “realmente excepcional”. Mais cedo, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) culpou o excesso de chuva pelos alagamentos na cidade.

Alckmin se reuniu hoje com Kassab e anunciou obras de médio prazo para conter as enchentes, como o desassoreamento da calha do rio Tietê. Segundo o governador, a obra deve retirar 2,1 milhões de metros cúbicos de resíduos do rio neste ano, contra meta anterior de 1 milhão de metros cúbicos.

O governador autorizou também a abertura de uma licitação para desassorear o rio Pinheiros (retirada de 1,5 milhão de metros cúbicos de resíduos) e a conclusão do trecho entre a barragem da Penha e o córrego Três Pontes (580 mil metros cúbicos)

Alckmin anunciou ainda a compra de três bombas para o rio Pinheiros, que, segundo ele, aumentarão a capacidade de vazão do rio para a represa Billings em 60% –em até dois anos. Também serão compradas e bombas para a região do córrego Aricanduva, que transbordou na semana passada.

Ele prometeu que as obras serão concluídas para os próximos verões. “Não é possível fazer obra em 24 horas”, declarou Alckimin ao ser indagado sobre medidas imediatas e de impacto contra as enchentes. As intervenções previstas ao longo dos próximos quatro anos, segundo ele, passam de R$ 800 milhões.

O governador disse que a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) disponibilizará para a prefeitura 50 caminhões para limpeza de boca de lobos e dez caminhões-pipa para limpar as ruas da cidade, que amanheceram alagadas.

Afirmou também que famílias atingidas em áreas de maior gravidade no Estado receberão auxílio de R$ 1.000.

Continua após a publicidade

Publicidade