Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

AHMADINEJAD É PROBLEMA DOS JUDEUS. ELES QUE SE VIREM!

Outro trecho verdadeiramente sensacional, que precisa entrar para a história do jornalismo — tanto a das perguntas como a das respostas —, é este que segue. Não está na versão impressa. Só na online. Uma leitura distraída sugere a curiosidade implacável do jornalismo. Um minuto de reflexão, e estamos diante do horror. Leiam. FOLHA – […]

Por Reinaldo Azevedo
Atualizado em 31 jul 2020, 16h35 - Publicado em 22 out 2009, 17h03

Outro trecho verdadeiramente sensacional, que precisa entrar para a história do jornalismo — tanto a das perguntas como a das respostas —, é este que segue. Não está na versão impressa. Só na online. Uma leitura distraída sugere a curiosidade implacável do jornalismo. Um minuto de reflexão, e estamos diante do horror. Leiam.

FOLHA – O sr. não teme a repercussão negativa entre os judeus do encontro com o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad?
LULA
– Muito pelo contrário. Não estou preocupado com judeus nem com árabes. Estou preocupado com a relação do estado brasileiro com o estado iraniano. Temos uma relação comercial, queremos ter uma relação política, e eu disse ao presidente Barack Obama (EUA), ao presidente Nicolas Sarkozy (França) e à primeira-ministra Angela Merkel (Alemanha) que a gente a não vai trazer o Irã para boas causas se a gente ficar encurralando ele na parede. É preciso criar espaços para conversar.

Comento
Entendi. Ahmadinejad é um problema dos judeus. Eles são os únicos que podem se incomodar com a presença do meliante no Brasil. Os que não são judeus não têm por que se ofender ou integrar a “repercussão negativa”. Trata-se de uma brutalização da inteligência como raramente se viu e se leu.

Afinal, o que foi que Ahmadinejad fez ou falou? Ah, ele nega que o Holocausto tenha existido. Se a única repercussão negativa a temer é a dos judeus, aprendemos mais uma lição: o Holocausto é um problema que só diz respeito a essas pessoas. O resto da humanidade não tem nada com isso. Ahmadinejad, como se nota, está vencendo a sua batalha intelectual.

Continua após a publicidade

A resposta também é muito boa. Indagado se “não teme a repercussão negativa entre os judeus” — a escolha do verbo “temer” aí merece uma boa reflexão… — Lula responde: “Muito pelo contrário”. O “contrário” de quê? Se for o contrário do verbo “temer”, então ele, na verdade, espera muito barulho — e, creio, não se deve decepcionar o presidente. Se for o contrário do adjetivo “negativa”, então ele deve esperar a repercussão positiva, não é? Os judeus o aplaudiriam por sua coragem.

Na seqüência, Lula diz não estar preocupado com judeus ou árabes — nesse caso, não teria mesmo por que se preocupar com árabes. Na cabeça de Lula, sempre que um judeu for ofendido, é preciso ver o que pensa um árabe a respeito… Muito sério, ele se ocupa das relações do Estado brasileiro etc e tal! Mas é mesmo um estadista! Um verdadeiro Chamberlain de Garanhuns! Um Daladier de São Bernardo. O que é, afinal, o Holocausto diante das necessidades do Estado brasileiro?

Só um problema de judeus. Na pergunta e na resposta!

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.