Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Agora Cardozo diz que PF investigará violência e vandalismo em SP e no Rio; até ontem, PT dava piscadelas aos fascistas

Que foi? O PT não vai mais flertar com os fascistas que estão nas ruas, incendiando, depredando, quebrando cabeças, espancando policiais? Achou que, desta feita, a coisa passou um pouco das medidas, é isto? Leiam o que vai no Globo. Volto em seguida. * O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, criticou nesta quarta-feira as manifestações […]

Por Reinaldo Azevedo
Atualizado em 31 jul 2020, 06h02 - Publicado em 12 jun 2013, 19h30

Que foi?

O PT não vai mais flertar com os fascistas que estão nas ruas, incendiando, depredando, quebrando cabeças, espancando policiais? Achou que, desta feita, a coisa passou um pouco das medidas, é isto? Leiam o que vai no Globo. Volto em seguida.
*
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, criticou nesta quarta-feira as manifestações seguidas de atos de vandalismo em São Paulo nos últimos dias contra o aumento da tarifa do transporte coletivo. Além de classificá-las como “um absurdo”, Cardozo garantiu que foi pedido uma investigação sobre os atos em São Paulo e também no Rio à Polícia Federal. “Já pedimos que a Polícia Federal fizesse uma análise dessa situação e evidentemente as medidas solicitadas serão tomadas — disse o ministro, antes de entrar para uma reunião com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).”

Antes, ele comentou a terceira manifestação na capital paulista, que deixou um rastro de destruição na região da Avenida Paulista e centro. “Vivemos numa democracia. É legítimo que as pessoas expressem suas opiniões, mas nunca com violência, nunca com atos de vandalismo. Num estado democrático de direito temos que aprender a conviver dentro desse espaço. Não é com vandalismo que vamos conseguir chegar a resultados positivos dentro daquilo que queremos”, defendeu Cardozo.
(…)

Voltei
Esse tal “Passe Livre” só cresceu porque contou com o apoio objetivo do PT em 2011. A sua “militância” foi usada para minar ainda mais a credibilidade do então prefeito Gilberto Kassab, que hoje anda de braços dados com o PT.

Continua após a publicidade

Mesmo nessa jornada, quando as manifestações já começavam a cheirar mal, o petismo custou a reprová-las. Ainda ontem, o senhor Fernando Haddad concedia uma entrevista flertando abertamente com a redução do valor das passagens ou mesmo com a sua gratuidade. A censura à violência era discreta.

Depois do caos promovido nesta terça, o tom mudou um pouquinho. Viu o risco de a coisa fugir do controle.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.