Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

A questão do emprego

Foram criados no ano passado 1,229 milhão de empregos com carteira assinada. O número é 2% menor do que em 2005. Esse número resulta da diferença entre trabalhadores admitidos e demitidos. Na comparação com 2004, o ano de 2005 já havia sido ruim, com queda de 17,7%. Para um governo que gosta de exibir sinais […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 22h42 - Publicado em 7 fev 2007, 22h50
Foram criados no ano passado 1,229 milhão de empregos com carteira assinada. O número é 2% menor do que em 2005. Esse número resulta da diferença entre trabalhadores admitidos e demitidos. Na comparação com 2004, o ano de 2005 já havia sido ruim, com queda de 17,7%. Para um governo que gosta de exibir sinais vigorosos de recuperação da economia, não é nenhum número de que deva se orgulhar. A taxa de desemprego fechou o ano em dois dígitos: 10%.
O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, falou sobre o assunto e voltou a responsabilizar o Banco Central: “O ano poderia ter sido melhor se a gente tivesse conseguido ter juro menor e um câmbio ajustado para as necessidades nacionais”, afirmou.
O risco que o governo corre, a depender do câmbio, é a economia ter um crescimento mais vigoroso neste ano — e ele fatalmente será, ainda que não chegue aos 4,5% pretendidos e anunciados —, mas sem necessariamente haver uma diminuição significativa do desemprego. Com o real valorizado, a tendência é aumentar a importação, exportando-se postos de trabalho.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.