Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

A pátria jornalística lambuzou a mão de óleo virtual e carimbou a bandeira

A televisão, freqüentemente acusada de ser mais sensível aos aspectos, digamos, sensacionais da notícia do que os grandes jornais, desta feita, comportou-se com mais comedimento. O jornalismo impresso fez de conta, ontem, que a política não existe. As edições de hoje poderiam ser assinadas, sei lá, pela ANP (Agência Nacional de Petróleo). Ou pela Petrobras. […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 20h13 - Publicado em 9 nov 2007, 14h37
A televisão, freqüentemente acusada de ser mais sensível aos aspectos, digamos, sensacionais da notícia do que os grandes jornais, desta feita, comportou-se com mais comedimento. O jornalismo impresso fez de conta, ontem, que a política não existe. As edições de hoje poderiam ser assinadas, sei lá, pela ANP (Agência Nacional de Petróleo). Ou pela Petrobras. Ou ainda por Franklin Martins. Mas grave mesmo foi o apagão da memória a que se assistiu. Mais: dar destaque a um “Brasil exportador de petróleo” quando a operação comercial, de fato, deve começar, se começar, ali por volta de 2013 — e isso tudo na dependência de pesados investimentos, cujo volume não se consegue nem ainda estimar — corresponde a abrir mão de qualquer aporte crítico na avaliação da notícia.

A pátria jornalística, ontem, lambuzou a mão no petróleo virtual e carimbou a bandeira nacional.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.