Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

A educação, o Fies e a lei do supermercado

Leio na Folha de São Paulo o seguinte. Volto em seguida: O Ministério da Educação informou que as denúncias contra o grupo educacional Uniesp poderão levar ao fechamento das faculdades. Já a Polícia Federal deve apurar o caso civil e criminalmente. Conforme a Folha revelou, a Uniesp fecha convênios com entidades religiosas, que indicam novos […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h18 - Publicado em 18 mar 2012, 07h03

Leio na Folha de São Paulo o seguinte. Volto em seguida:
O Ministério da Educação informou que as denúncias contra o grupo educacional Uniesp poderão levar ao fechamento das faculdades. Já a Polícia Federal deve apurar o caso civil e criminalmente. Conforme a Folha revelou, a Uniesp fecha convênios com entidades religiosas, que indicam novos estudantes. Em troca, o grupo repassa 10% do que receber do Fies (financiamento estudantil federal) por indicado. O mesmo vale para bolsista do governo de SP. A Folha constatou ainda, com atendentes das faculdades, que a mensalidade para aluno do Fies é mais alta.A Uniesp nega os valores diferentes. Sobre repasses, diz que busca encontrar aluno pobre para atendimento.

É o fim da picada? Claro que é, pouco imposta se o convênio é com igrejas ou com monges budistas. O fato é que a Uniesp foi longe nessa prática. Encontrei no site da faculdade a seguinte página. Volto em seguida:

 

uniesp-promocao1

Continua após a publicidade

Como se vê, promete-se uma grana, uma bufunfa — de R$ 300 a R$ 500 —, para um aluno que indica outro, mas só se for pelo Fies, entenderam? Fora do programa, nada feito. Por quê? A resposta é tristemente óbvia: porque é dinheiro do governo. A universidade decidiu “investir” parte da verba — que, inicialmente, é pública e depois vira dívida do estudante — numa forma enviesada de publicidade e marketing.

Um dia, caso os nossos “inteliquituais” restituam a vergonha acadêmica na cara, o bilionário esquema de repasse de verbas públicas para mantenedoras privadas será etudado e esmiuçado. E quem sabe alguém se lembre de verificar o que isso representou efetivamente de qualificação da mão de obra no Brasil.

Na era petista, as leis de mercado viraram uma espécie de… supermercado. Vai ver é por isso que aqueles “inteliquituais” petistas se mostram tão assanhados para entrar na campanha do “Fernando”…

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.