Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

A arrecadação e o ciclo infernal na crise

Eis aí: o país é obrigado a fabricar uma recessão por causa do destrambelhamento fiscal, a arrecadação cai e piora o problema fiscal, que está na origem do destrambelhamento

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 23h40 - Publicado em 21 jan 2016, 16h44

 

Sabem como é o ciclo infernal da crise? Assim: a arrecadação federal de tributos e contribuições encerrou 2015 em R$ 1,221 trilhão. Segundo dados divulgados pela Receita Federal nesta quinta, o número representa uma queda real de 5,62% em relação a 2014 e o pior desempenho em cinco anos. No mês de dezembro, o total arrecadado foi de R$ 121,5 bilhões, 4,32% a menos do que no ano anterior e o pior resultado desde 2009.

Os números refletem o impacto da retração econômica em 2015, que derrubou a produção industrial e as vendas de bens e serviços. Ainda não há previsões para a arrecadação em 2016, mas, dada a deterioração do emprego, a tendência é piorar.

Eis aí: o país é obrigado a fabricar uma recessão por causa do destrambelhamento fiscal, a arrecadação cai e piora o problema fiscal, que está na origem do destrambelhamento.

Continua após a publicidade

Publicidade