Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

A área doada por Kassab ao Instituto Lula, a privatização do espaço público e a privatização da democracia

Leitores pedem, com insistência, que eu comente a decisão do prefeito Gilberto Kassab (PSD) de doar uma área no centro da cidade, na antiga Cracolândia, para o Instituto Lula. A área, de 4.400 metros quadrados, deve abrigar o “Memorial da Democracia”.  O que eu acho? A depender do que a entidade vai produzir, não vejo […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h37 - Publicado em 1 fev 2012, 22h05

Leitores pedem, com insistência, que eu comente a decisão do prefeito Gilberto Kassab (PSD) de doar uma área no centro da cidade, na antiga Cracolândia, para o Instituto Lula. A área, de 4.400 metros quadrados, deve abrigar o “Memorial da Democracia”.  O que eu acho? A depender do que a entidade vai produzir, não vejo graça em se trocar uma droga por outra. Produzem formas distintas de alucinação, é fato, mas, de qualquer modo, ambas descolam o usuário da realidade. Isso sintetiza o que eu acho. Vamos aos detalhes, agora sem nenhuma ironia.

Quanto mais entidades, até mesmo o tal memorial, houver na região central da cidade, melhor. O iFHC, o instituto criado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, fica nas imediações, no Vale do Anhangabaú, uma área que já foi mais degrada do que é hoje, mas que ainda padece de alguns problemas sérios, decorrentes da histórica decadência da região.

Muito bem!

Gilberto Dimenstein, que raramente perde uma chance para se equivocar, escreveu (eu juro que mandaram o link):
“A cracolândia tem tudo para ser, no futuro, um pólo que mistura entretenimento, moradia, empresas da economia criativa. Não falta transporte público. Doar um terreno para Lula fazer seu memorial atrai um símbolo político importante –assim como foi bom para a região central abrigar o escritório do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.”

Continua após a publicidade

Epa!!!

O INSTITUTO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO COMPROU A SUA SEDE. NÃO GANHOU DO PODER PÚBLICO, NÃO, SENHOR!!!

Se há pessoa nestepaiz que não tem dificuldade para conseguir dinheiro junto à iniciativa privada, este alguém é Lula. O preço que pagavam por suas “palestras” deixa isso muito claro. Quando quis montar seu instituto, fez um sinal com o dedo, e a grana choveu generosa em seu chapéu. Até aquele filme abestalhado e hagiográfico, mesmo sem incentivo da Lei Rouanet (oh, como são cuidadosos!), segundo os próprios produtores, teve fila de candidatos a financiadores.

Continua após a publicidade

Dêem-me uma boa razão para o Instituto Lula, uma entidade privada, ganhar uma área do Poder Público.

Mas eu faço uma aposta! Sendo o lulismo como é, é bem possível que o instituto “doe” um dinheiro para alguma entidade, não é? Que tal aos centros de recuperação dos viciados? Assim todos ficam bem na fita. Com a dinheirama que ele tem, é o que eu faria.

Finalmente
Notem que o acervo do Babalorixá de Banânina vai se chamar “Memorial da Democracia”. Nada menos!!! Assim, ao Instituto Lula não será facultado, se quiser, privatizar não apenas um pedaço do patrimônio público, mas a própria democracia.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.