Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Tem de tudo

O CNJ enviou o conselheiro Gilberto Valente para fazer uma inspeção no Tribunal de Justiça do Amazonas. O resultado da devassa será divulgado daqui a pouco. Antes de mesmo de voltar à Brasília, Valente já determinou a abertura de procedimentos para apurar indícios de transações escabrosas no tribunal. Tem de um tudo na corte amazonense: […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h36 - Publicado em 23 jan 2014, 16h02
Amontoado de irregularidades

Amontoado de irregularidades

O CNJ enviou o conselheiro Gilberto Valente para fazer uma inspeção no Tribunal de Justiça do Amazonas. O resultado da devassa será divulgado daqui a pouco.

Antes de mesmo de voltar à Brasília, Valente já determinou a abertura de procedimentos para apurar indícios de transações escabrosas no tribunal.

Tem de um tudo na corte amazonense:

* Dois leiloeiros dos quadros do TJ-AM suspeitos de receber comissões, ou melhor, propina, de 5% do valor dos bens apreendidos por ordem judicial. A negociata ocorreria quando o patrimônio é leiloado.

Continua após a publicidade

* O CNJ encontrou pelo menos sete casos com indícios de nepotismo: parentes não concursados lotados em gabinetes de magistrados.

* Valente identificou ainda um espécie de promoção dos sonhos para qualquer concursado. Funcionários aprovados em seleções para nível médio que, após o processo seletivo, concluem a faculdade de Direito e são automaticamente alçados a cargos de nível superior.

* Por fim, o caso que motivou a inspeção: a falta de celeridade em processos contra integrantes da administração pública. O prefeito de Coari, Manoel Pinheiro, é suspeito de envolvimento com um esquema de exploração sexual infantil. Há denúncias de 2008 contra ele que até agora não foram julgados. O CNJ está apurando a conduta de todos os magistrados que passaram pela vara onde tramitam as ações contra o prefeito.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.