Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

#TELEVISÃO#”A Fazenda”: ruim de faturamento

A Record estreou no domingo o reality show A Fazenda – sua grande aposta neste ano para incomodar a Globo em pleno horário nobre. No domingo, a audiência não foi lá essas coisas. Ontem, o ibope também não empolgou. De qualquer modo, o programa ainda tem longos 76 dias para deslanchar. O que não tem mais […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 17h32 - Publicado em 2 jun 2009, 07h32

A Record estreou no domingo o reality show A Fazenda – sua grande aposta neste ano para incomodar a Globo em pleno horário nobre. No domingo, a audiência não foi lá essas coisas. Ontem, o ibope também não empolgou. De qualquer modo, o programa ainda tem longos 76 dias para deslanchar.

O que não tem mais jeito é a resposta comercial do programa. A Record investiu cerca de 34 milhões de reais em A Fazenda. Nas cinco cotas de patrocínio (Coca-Cola, Procter&Gamble, Claro, AmBev Kia) foram arrecadados 17 milhões de reais, segundo apuração junto ao mercado publicitário.

É importante observar que a Record botou à venda cada cota por 26 milhões de reais, mas houve um baita desconto para que o negócio fosse fechado. Se fossem vendidos pelo preço ofertado, a Record botaria no cofre 130 milhões de reais – e botou 17 milhões.

Dos 34 milhões de reais que a Record investiu no programa, 28 milhões de reais foram em equipamentos – e neste sentido, a emissora poderá alegar, com razão, que os equipamentos passam a ser patrimônio da Record e serão usados em outras atrações. Mas a realidade é que só vendeu as cotas com um desconto de 90% do valor original.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.