Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

STJ confirma afastamento de desembargadores do Rio suspeitos de corrupção

Corte Especial ratificou medidas determinadas em abril

Por Mariana Muniz Atualizado em 6 Maio 2020, 10h50 - Publicado em 6 Maio 2020, 10h49

A Corte Especial do STJ confirmou nesta quarta-feira o afastamento do cargo de dois desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio investigados por suspeita de corrupção – Siro Darlan e Mário Guimarães Neto.

Darlan teve o afastamento por 180 dias determinado pelo ministro Luís Felipe Salomão a pedido da Procuradoria-Geral da República ainda em abril. Ele é investigado por suposta venda de liminares durante plantões do TJRJ.

Guimarães Neto havia sido afastado por 90 dias também em abril pelo ministro Félix Fischer pela suposta prática de venda de sentenças para beneficiar empresários do ramo de ônibus.

Publicidade