Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Sergio Moro representa um herói’, diz vice-presidente do PSL

Ex-juiz, que está de ida marcada para o Podemos na próxima semana, terá reunião com integrantes do União Brasil nesta quarta

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 2 nov 2021, 19h49 - Publicado em 2 nov 2021, 19h44

Defensor fiel de Sérgio Moro e da ala lavajatista no recém-criado União Brasil, o deputado federal Júnior Bozzella classificou o ex-juiz como “herói” e afirmou que a terceira via não pode interditar possíveis candidatos, fechando-se para nomes que não pontuam nas pesquisas.

Como mostrou o Radar, Bozzella tem trabalhado para ampliar o grupo de apoio a Moro dentro da legenda que nasceu após a fusão entre o PSL e o DEM. Por enquanto, a bancada lavajatista na sigla teria dez integrantes. Moro, por enquanto, está de ida marcada para o Podemos, com filiação prevista para o próximo dia 10.

“A figura que rejeita tanto o PT, quanto o Bolsonaro e a corrupção, é o Moro. Ele representa, dentro do seu conjunto de apoiadores, um herói. Com todo respeito aos meus amigos, o João Doria, ao Mandetta, mas a eleição presidencial é uma eleição de conceito, de sentimento. Hoje, o Moro tem 10% das intenções de voto, sem abrir a boca que vai ser candidato, e os demais têm 2%, 3%”, disse Bozzella em entrevista ao Antagonista.

O deputado, inclusive, terá reunião com Moro e outros parlamentares do partido nesta quarta, em Brasília.

Antônio Rueda e Luciano Bivar, da cúpula do PSL, não participarão. Segundo aliados, os caciques já deixaram claro a Renata Abreu, presidente do Podemos, que só apoiarão Moro caso ele lance a candidatura pelo União Brasil.

Continua após a publicidade

Publicidade